Novo Halloween é assustador e tem horror e sangue de sobra

Filme estreia 40 anos depois da produção que deu origem a franquia

Paulo Cavalcanti Publicado em 23/10/2018, às 17h24

None
Divulgação

Há 40 anos estreava o clássico Halloween – A Noite do Terror. Dirigido por John Carpenter, o longa se tornou um marco do horror moderno. O filme introduziu o personagem Michael Myers, um dos mais famosos serial killers da história do cinema. Halloween tornou-se um fenômeno e inúmeras sequências vieram depois. Algumas delas até se mostraram interessantes, mas nunca chegaram perto do original. Mas o espírito do filme de 1978 ressurge com força nesta mistura de reboot e sequência, intitulada apenas Halloween.

No filme de 1978, a babá Laurie Strode (Jamie Lee Curtis) por um triz conseguiu escapar da matança sangrenta perpetrada pelo mascarado Myers. Laurie está de volta, mas é claro, ela é uma mulher totalmente diferente. Ela passou as últimas quatro décadas de sua vida traumatizada com os acontecimentos do passado. Agora, mora em uma casa fora da cidade de Haddonfield – repleto de armas, o local mais se assemelha a um bunker.  Por causa de sua atitude paranóica e defensiva, Laurie se distanciou da filha Karen (Judy Greer) e da neta Allyson (Andi Matichak). A mulher só pensa no dia em que iria novamente encontrar com Myers e desta forma, ajustar as contas com o assassino.

Ela tem esta oportunidade quando Myers (interpretado por James Jude Courtney e Nick Castle), que está para ser transferido para um sanatório ainda mais rigoroso, consegue escapar do ônibus que servia de transporte para ele. Naturalmente, isto acontece justamente na época do Halloween. Em meio ao clima de dia das bruxas, o assassino ruma à Haddonfield, deixando atrás dele um rastro de mortes. Naturalmente, ele esta atrás de Laurie. O confronto entre os antagonistas se mostra chocante e eletrizante.   

O diretor do filme de 1978, John Carpenter, volta como produtor executivo e também assina a trilha sonora. Carpenter passou o bastão da direção para David Gordon Green, que seguiu as ordens do mestre, conseguindo resgatar o clima tenebroso e sangrento do filme de 1978.  O filme, produzido com baixo orçamento, tem várias homenagens ao original, mas ainda assim consegue ser original e surpreendente. Halloween estreou com sucesso nos Estados Unidos. Então podem ficar preparados para mais sequências.