Pulse

O cancelamento de séries da Marvel na Netflix vai muito além da Disney

Entenda de quem realmente veio a decisão de encerrar Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro

Redação Publicado em 14/06/2019, às 16h23

None
Cena de Os Defensores, com Jessica Jones, Punho de Ferro, Demolidos e Luke Cage (Foto:Reprodução)

Todas as séries da Netflix sobre heróis da Marvel foram canceladas. Independente do sucesso que fizeram, como Demolidor, ou do fracasso, como Punho de Ferro, todas foram extintas. E até agora, os motivos mais mencionados eram a junção da Marvel Studios com a Disney, e consequentemente a criação da nova plataforma da produtora.

É claro que o surgimento do Disney+ influenciou a atitude, afinal, com o nascimento do serviço, a Netflix se transforma em uma concorrente. Mas aparentemente essa não é a verdade absoluta. Apenas parcial. O medo de prejuízo pode ter sido mais forte do que o peso da Disney.

 

Em entrevista ao site The Wrap, Jeph Loeb, chefe do departamento de TV da Marvel, afirmou que "foi uma decisão tomada pela Netflix", e não o contrário. Aparentemente, a gigante do streaming optou por isso por causa de uma queda no interesse do público pelas produções.

De acordo com os número divulgados pela Business Insider, a popularidade de todas as séries dos heróis da Marvel despencaram de uma temporada para a seguinte. Luke Cage, por exemplo, gerou 300 mil tuítes com o lançamento da primeira temporada, e menos de 50 mil com a segunda.

Punho de Ferro registrou 120 mil posts em sua temporada de estreia, e caiu para 20 mil na segunda. E isso se repetiu com todas as outras, tornando possível concluir que a Netflix tomou a tão dramática decisão como forma de prevenir um prejuízos.

Demolidor, Luke Cage e Punho de Ferro foram canceladas ano passado. Jessica Jones e O Justiceirotiveram o mesmo destino decretado este ano.

+++ MINHA PLAYLIST: Rael está "envolvidão" por Bob Marley e Caetano Veloso