O Céu Sobre os Ombros é o grande vencedor do Festival de Brasília

Longa levou cinco prêmios, dentre eles o de melhor filme; veja a lista de ganhadores

Da redação Publicado em 01/12/2010, às 12h13

Sérgio Borges recebe prêmio por O Céu Sobre os Ombros

Ver Galeria
(4 imagens)

Aconteceu na última terça, 30, a cerimônia de encerramento do Festival de Brasília. Na ocasião, foram revelados os vencedores da 43ª edição do evento. O Céu Sobre os Ombros, longa-metragem de Sérgio Borges, foi um dos destaques da noite, levando cinco prêmios: melhor filme, melhor direção, melhor montagem (Ricardo Pretti), melhor roteiro (Manuela Dias e Sérgio Borges) e o prêmio especial do júri.

A produção, que mistura ficção e documentário, conta a história de três curiosos personagens da classe média de Belo Horizonte: um transexual, um operador de telemarketing hare krishna e um escritor congolês. No elenco, Everlyn Barbin, Lwei Bakongo, Murari Krishna e Grace Passô.

Outros vencedores

O documentário Braxília, de Danyella Proença, foi destaque na premiação, também, faturou nas categorias melhor roteiro (Danyella Proença), prêmio do júri popular e prêmio especial do júri de curta ou média-metragem 35mm. A crítica escolheu Transeunte, de Eryk Rocha, como melhor longa de 35mm e A Mula Teimosa e o Controle Remoto, de Hélio Villela Nunes, como melhor curta 35mm. Já o júri popular elegeu Amor?, que traz Lilia Cabral, Eduardo Moskovis, Ângelo Antônio e Julia Lemmertz no elenco, como melhor longa-metragem de 35mm.

Ao todo, os vencedores das diversas categorias levaram R$ 555 mil em prêmios. Veja, abaixo, a lista completa dos contemplados com o Troféu Candango:

Categorias de longa-metragem 35mm

Melhor filme (júri oficial): O Céu Sobre os Ombros, de Sérgio Borges

Prêmio especial do júri: O Céu Sobre os Ombros

Melhor direção: Sérgio Borges, por O Céu Sobre os Ombros

Melhor ator: Fernando Bezerra, de Transeunte

Melhor atriz: Melissa Dullius, de Os Residentes

Melhor ator coadjuvante: Rikle Miranda , de A Alegria

Melhor atriz coadjuvante: Simone Sales De Alcântara, de Os Residentes

Melhor roteiro: Manuela Dias e Sérgio Borges por O Céu Sobre os Ombros

Melhor fotografia: Aluizio Raulino, por Os Residentes

Melhor direção de arte: Gustavo Bragança, de A Alegria

Melhor trilha sonora: Andre Wakko, Juan Rojo, David Lanskylansky e Vanessa Michellis por Os Residentes

Melhor som: som Direto, edicão de som e mixagem de Transeunte

Melhor montagem: Ricardo Pretti, de O Céu Sobre os Ombros

Categorias de curta ou média-metragem 35mm

Melhor filme (júri oficial): Acercadacana, de Felipe Peres Calheiros

Premio especial do júri: Braxília, de Danyella Proença

Melhor direção: Gabriel Martins e Maurilio Martins, de Contagem

Melhor ator: Vinny Azar e Ícaro Teixeira, por A Mula Teimosa e o Controle Remoto

Melhor atriz: Dira Paes, de Matinta

Melhor roteiro: Danyella Proença, de Braxília

Melhor fotografia: Yuri Cesar, de Cachoeira

Melhor direção de arte: Maíra Mesquita, de Fábuça das Três Avós

Melhor trilha sonora: Puriki e índios do alto rio negro, de Cachoeira

Melhor som: som direto, edicão de som e mixagem de Matinta

Melhor montagem - R$ 5.000,00: Paulo Sano de Acercadacana

Categorias de curta-metragem digital

Melhor filme (júri oficial): Traz Outro Amigo Também, de Frederico Cabral

Melhor direção: Pablo Lobato, por Queda

Melhor ator: Emanuel Aragão, por Só Mais um Filme de Amor

Melhor atriz: Ketellen Coutinho, por Tempo de Criança

Melhor roteiro: Samir Machado de Machado, por Traz Outro Amigo Também

Melhor fotografia: Carol Matias e Elias Guerra, por Entrevãos

Melhor direção de arte: Daniel Banda, por O Filho do Vizinho

Melhor trilha sonora: Lucas Marcier, por Tempo de Criança

Melhor som: O Grivo, por Queda

Melhor montagem: Alberto Feoli, por Traz Outro Amigo Também

Prêmio do Júri Popular

Melhor longa-metragem em 35mm: Amor?, de João Jardim

Melhor curta-metragem em 35mm: Braxília, de Danyella Proença

Prêmio da Crítica

Melhor longa 35mm: Transeunte, de Eryk Rocha

Melhor curta 35mm: A Mula Teimosa e o Controle Remoto, de Hélio Villela Nunes