O dia em que David Bowie criticou a falta de artistas negros na MTV [VÍDEO]

O músico, além de extremamente talentoso, tinha senso de justiça implacável

Redação Publicado em 06/03/2020, às 18h15

None
David Bowie (Foto: Reprodução / Youtube)

David Bowie morreu em 2016, vítima de um câncer de fígado. Após a morte dele, foram divulgados diversos vídeos com foco nas habilidades musicais do astro. No entanto, além de iconicamente talentoso, o Starman tinha um senso de justiça implacável - e chegou a questionar a MTV em filmagem de 1983.

+++ LEIA MAIS:  Os artistas mais odiados por Keith Richards: de Led Zeppelin a David Bowie

No vídeo, Bowie questiona Jockey Mark Goodman, da MTV Video, sobre a falta de diversidade étnica, particularmente o fato de haver tão poucos artistas negros no canal. Publicado pela própria MTV, o vídeo mostra o caráter moral do Starman, além de exemplificar a coragem dele em aconselhar e questionar o apresentador.

A entrevista aconteceu quando David Bowie promovia o disco Let's Dance. No entanto, ao invés de falar sobre o trabalho, o astro resolveu trazer o questionamento: "Depois de assistir à MTV nos últimos meses, realmente é uma empresa sólida. Só estou chocado pelo fato de haver tão poucos artistas negros em destaque. Por que isso?" 

+++ LEIA MAIS:  Por que a capa de Young Americans, disco do David Bowie, não foi exatamente como ele queria?

Goodman respondeu, tentando defender os chefes do canal: "Estamos tentando seguir nessa direção. Queremos tocar artistas que parecem estar fazendo música que se encaixa no que queremos tocar na MTV. A empresa está pensando em termos de seleção restrita". 

Bowie, contudo, não ficou satisfeito com a resposta: "Os únicos poucos artistas negros que vemos são de 2:30 da manhã até 6:00. Poucos são destacados durante o dia. Vejo que nas últimas semanas as coisas mudaram, mas tem sido um processo lento".

+++LEIA MAIS: Primeira imagem do filme sobre David Bowie é revelada; veja

Em uma tentativa de agradar tanto o músico quanto os chefes, Goodman falou: "Fazemos o que pensamos que não apenas Nova York e Los Angeles apreciarão, mas também Poughkeepsie ou o Centro-Oeste. Escolha uma cidade no Centro-Oeste que morreria de medo de Prince, que estamos tocando, ou uma série de outros rostos negros. Temos que tocar o tipo de música que todo o país gostaria". 

A situação ficou mais tensa quando Bowie retrucou o apresentador: "Vou lhe dizer uma coisa, talvez os Isley Brothers ou Marvin Gaye signifiquem algo para um negro de 17 anos, e certamente ele também faz parte da América. Você não pensa que é uma situação assustadora? O músico também questionou: "Não deveria ser um desafio tornar a mídia muito mais integrada?" 

+++ LEIA MAIS: Slash lembra de quando flagrou a mãe e David Bowie pelados; entenda

A resposta de Goodman acabou prejudicando ainda mais o apresentador, quando ele sugeriu que crianças brancas não queriam ouvir música negra em 1983, como fizeram em 1967. Bowie, sabendo da situação em que Goodman se colocou, respondeu: “Interessante. Muito obrigado… Entendo o seu ponto de vista". 

Assista ao vídeo:



+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA