O dia em que David Bowie foi entrevistado por Robert Smith, do The Cure - e vice-versa

Artistas falaram sobre a vida na Inglaterra e o processo criativo

Redação Publicado em 21/04/2020, às 16h30

None
Montagem de David Bowie e Robert Smith (Foto 1: Joe Schaber, AP | Foto 2: Rudi Keuntje/AP)

Robert Smith, vocalista do The Cure, teve grande influência de David Bowie na carreira. Na década de 1990, os dois artistas conversaram nos estúdios da XFM Radio, durante uma entrevista mútua. As informações são da Far Out Magazine.

O áudio, datado do final de 1995, foi encontrado nos arquivos da rádio, mostra os britânicos em uma conversa sobre trivialidades, como o tipo de vinho favorito e o clima, mas também em uma análise álbuns e o Reino Unido. Bowie e Smith intercalam a posição de entrevistador ao longo do diálogo. 

+++ LEIA MAIS: Robert Smith, Morrissey, David Bowie e Madonna foram personagens de mangá nos anos 1980; veja

Ao falar sobre a vida na Inglaterra, Smith comenta que “não consegue imaginar a vida fora da Inglaterra por causa da família”, enquanto Bowie admite não residir no país desde 1974. O Camaleão do Rock, casado com Iman há três anos, na época, se viu líder de uma família “do nada, é um novo começo” e, por isso, sentia a necessidade de retornar ao país e “encontrar as raízes novamente”. 

A voz do The Cure confessa não gostar de Londres. “Todos nós [da banda] vivemos em partes diferentes e nos visitamos para ver mais da Inglaterra além de Londres. No trajeto para Londres hoje, tinha esquecido do quão horrível é”, comentou Smith. “Acho que é o aspecto cinzento de tudo”, respondeu Bowie.

+++ LEIA MAIS: A época em que David Bowie viveu à base de cocaína, leite e pimentas

Na posição de entrevistador, o Camaleão perguntou sobre o processo criativo de Smith. “Você escreve com o público em mente ou escreve para satisfazer uma necessidade própria?” A questão surpreendeu Smith, e o artista respondeu que “em algum momento aceitei que estava escrevendo com outras pessoas em mente. Eu não penso desde o início ... Acho que nunca se acredita que alguém será ouvido por pessoas o bastante para que isso realmente importe”. 

No aniversário de 50 anos de Bowie, em 1997, Smith subiu ao palco para cantar “Quicksand” e “Something You Should Never Do” ao lado do ídolo e amigo.  


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA