O dia em que Keith Moon sem querer atropelou o próprio motorista - e ele acabou morrendo

O músico, bêbado e em perigo, acabou atropelando Boland

Redação Publicado em 02/09/2020, às 13h06

None
Keith Moon (Foto: AP)

The Who teve uma carreira curta e turbulenta durante os anos 1960. Os poucos anos da banda foram marcados por alguns acidentes, e terminaram na morte por overdose de Keith Moon. Mas, alguns anos antes disso, o baterista, acidentalmente, matou o motorista, como conta a Far Out Magazine.

Keith Moon não dirigia. Não tinha nem carteira. Por isso, nos anos de fama, tinha o próprio motorista, Neil Boland, e sempre saiam para passear com algum dos vários carros do músico.

+++LEIA MAIS: Keith Moon, do The Who, pagou nove táxis para fecharem a rua, para que ele pudesse destruir um quarto de hotel

Em um dia de 1970, a dupla pegou o Bentley de Moon e foi para um pub. O astro não queria, realmente, ir, mas como o novo bar era do filho de um vizinho, e ele precisava de uma ajudinha para promover, topou em dar uma passada. 

Chegando lá, Moon viu um grupo de trabalhadores cansados e sem grana. Ele, sem se encaixar, pediu um caro bourbon enquanto todos tomavam cerveja. As roupas extravagantes e toda a atitude também não agradaram os skinheads do lugar - e logo, logo, quando entornaram mais álcool que deveriam, os ânimos ficaram apurados. E começaram a briga.

+++ LEIA MAIS: Pete Townshend pede desculpas por ter dito que agradeceu a Deus quando Keith Moon e John Entwistle morreram

Moon e os amigos, em minoria, fizeram o mais inteligente: fugiram. O músico, o motorista e mais algumas pessoas entraram no Bentley e tentaram sair dali, mas foram impedidos pela turba raivosa. Eles atiravam pedras e copos no carro, e começaram a balançar o veículo com todos lá dentro.

Boland, desesperado, saiu para tentar conter algumas pessoas. Keith Moon, assustado, resolveu pular para o banco do motorista e tentar dirigir para longe dali - mesmo bêbado e sem saber conduzir. Mas o pior aconteceu: ele atropelou o motorista.

+++ LEIA MAIS: Em 1974, Keith Moon provou que era um dos melhores bateristas do mundo; ouça

Boland ficou preso debaixo do carro e Moon continuou dirigindo. Ele acabou sendo arrastado até o final da rua. Foi para o hospital, mas acabou morrendo naquela mesma noite.

Keith Moon foi processado pela morte, e acusado de dirigir bêbado e sem licença. Ele se declarou como culpado de todas as acusações, mas a morte acabou julgada como acidental, e, seis semanas depois, o baterista foi liberado sem condenações.

+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO