O dia em que os Beatles conheceram a rainha da Inglaterra: ‘Não fale com ela, a não ser que ela fale com você’

Paul McCartney relembrou como foi o momento da premiação no Palácio de Buckingham, em 1965

Redação Publicado em 23/07/2020, às 09h08

None
Beatles (Foto: Getty Images / Equipe)

Nos anos 1960, Paul McCartney,  John Lennon, George Harrison e Ringo Starr instauraram a Beatlemania ao redor do mundo e conquistaram até mesmo a rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Contudo, as honras recebidas pelo Fab Four não agradaram a todos na época, segundo o Express UK

O site explica que Harold Wilson, primeiro ministro e representante do subúrbio de Huyton em Liverpool, foi o responsável por sugerir que os Beatles fossem premiados com o MBE - Member of the Order of the British Empire. 

Então, em outubro de 1965, o quarteto recebeu as honras da rainha ao lado de mais 189 pessoas no Palácio de Buckingham. Mas a premiação não foi bem vista pelos outros membros do MBE. Em repúdio ao reconhecimentos dos músicos, o coronel Frederick Wagg devolveu as 12 medalhas que ganhou lutando nas duas guerras mundiais. 

+++ LEIA MAIS: Beatles são banda de rock de maior sucesso em 2020 - e venderam mais de 1 milhão de discos no primeiro semestre

Apesar das polêmicas, o dia da premiação ficou marcado para os astros do rock. Em entrevista ao Anthology, McCartney lembrou de algumas recomendações que os músicos receberam dos guardas. 

“Um guarda oficial da rainha nos levou para um canto e nos mostrou o que tínhamos que fazer. ‘Aproxime-se da Sua Majestade assim e nunca dê as costas. E não fale com ela a não ser que ela fale com você’”, disse o músico para a Anthology

Ele completou: “Todas essas coisas, para quatro rapazes de Liverpool, foi: ‘Uau, ei cara!’. Foi bem engraçado. Mas ela era doce. Eu acho que ela pareceu um pouco maternal para nós porque éramos jovens garotos e ela era um pouco mais velha”. 

+++ LEIA MAIS: Site elege os 10 melhores solos de guitarra dos Beatles [LISTA]

Os Beatles receberam as honras e Starr até fez a rainha rir, segundo McCartney. Porém, os títulos não seriam apreciados por todos os integrante pelo resto da vida. Lennon fez questão de devolver o prêmio em protesto contra o envolvimento do país em conflitos políticos, como a Guerra do Vietnã e a Guerra Civil da Nigéria. 

Já os outros integrantes mantiveram as honras e, após a morte de Lennon, McCartney recebeu o título de Sir da cavalaria real, em 1997, enquanto Ringo ganhou o mesmo título 20 anos depois, em 2018.


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE