O dia em que Ray Charles foi estrangulado por homem e quase morreu durante show

Em 28 de fevereiro de 1977, um homem saiu da plateia com uma corda para estrangular o músico

Redação Publicado em 28/02/2020, às 18h16

None
Ray Charles em show na Califórnia, em 1996 (Foto: AP/John Hayes)

Há exatos 43 anos, Ray Charles, pianista e lenda do R&B, soul e blues, foi atacado enquanto tocava no Dorothy Chandler Pavilion, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O músico se apresentava em evento beneficente para o Project Heavy quando um homem saiu da plateia com o objetivo de estrangulá-lo. As informações são do Pop'stache

+++LEIA MAIS: Carreira de Miles Davis, lenda do jazz, é foco de novo documentário; assista ao trailer

O homem tentou matar Ray Charles com uma corda no dia 28 de fevereiro de 1977. O músico lutou contra o agressor, mas o ataque parou apenas quando um segurança apareceu. Apesar do acontecimento, nenhuma queixa foi registrada na polícia.

Após o ocorrido, descobriu-se que o agressor do músico era integrante do Project Heavy. O grupo decidiu lidar com a situação em particular e a identidade do homem não foi revelada. 

+++ LEIA MAIS: Amy Winehouse transformou sua dor e angústia em jazz, mas ela não era só isso [ANÁLISE]

Mais tarde, relatórios especularam o motivo do ataque: o homem seria um fã dominado por emoções. No entanto, testemunhas afirmaram que o agressor gritou "Ray Charles vai ver e o Senhor virá hoje à noite" enquanto estrangulava o músico. Apesar do susto, Ray Charles conseguiu continuar a apresentação mais tarde.


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN