O dia em que tentaram cortar o cabelo de Elvis Presley à força no banheiro da escola

O estilo chamativo do músico sempre chamou atenção e, certa vez, motivou uma agressão contra ele no ensino médio

Redação Publicado em 11/03/2020, às 11h58

None
Elvis Presley (Foto: Reprodução)

Antes da fama, Elvis Presley já vestia roupas chamativas e tinha cortes de cabelo incomuns. E, certa vez, o estilo ousado motivou uma agressão contra o músico durante o ensino médio. O amigo de longa data do astro do rock, Red West, relembrou o incidente em entrevista ao site Elvis Australia.

"Nós tínhamos cabelo reco, vestíamos camiseta e calças jeans. Elvis tinha o cabelo estilo cauda de pato, as longas costeletas, vestia roupas chamativas e, naturalmente, era alvo dos bullies."

Ele completou: "Um dia, por sorte, eu entrei no banheiro dos meninos no Humes High School e três caras estavam tentando cortar o cabelo dele, você sabe, para eles se parecerem maiores ou se sentirem maiores ou algo do tipo". 

+++ LEIA MAIS: Elvis Presley queria que John Lennon fosse "expulso dos EUA"

Felizmente, o amigo conseguiu impedi-los de cortar o cabelo do músico. E o ato heroico foi lembrado por Elvis após o lançamento da carreira artística. West se tornou o guarda-costas e motorista do cantor, além de escrever algumas canções e fazer participações nos filmes do astro.

"Eu intervim e parei [...] E eu acho que isso ficou marcado, porque alguns anos depois de Elvis gravar o primeiro disco, ele veio até mim e perguntou se eu poderia ir com ele. Eu acho que era Grenada, Mississippi ou algum lugar e eu fui. E eu estive com ele desde então, exceto pelos anos na marinha", disse West.

Em 1976, West foi demitido, pois o pai do astro, Vernon Presley, não gostava que o filho se envolvesse com a Memphis Mafia, da qual o guarda-costas fazia parte. No ano seguinte, West escreveu o livro Elvis: What Happened?, no qual fala sobre a relação com o amigo e o abuso de drogas dele. 

+++LEIA MAIS: Netas de Elvis Presley foram proibidas de participar de evento que celebra o avô

Segundo o site Express UK, o livro foi escrito com o objetivo de encorajar o Rei do Rock a falar sobre os problemas com as drogas, mas acabou irritando o Rei do Rock e os fãs dele. Elvis foi encontrado morto poucos semanas depois da publicação.

"Elvis e eu éramos bons amigos. Algumas coisas aconteceram que… Eu quero permanecer nos momentos mais felizes nessa parceria, porque eles superam os ruins [...] Nós tivemos bons tempos, alguns momentos ótimos de diversão, e, em minha opinião, ninguém nunca vai se comparar ao Elvis", disse West.


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA