O dia que George Harrison abandonou os Beatles: socos, desrespeito e arrependimento

Segundo George Emerick, engenheiro de som do icônico quarteto, a dinâmica do guitarrista com os colegas era bem intensa

Redação Publicado em 26/02/2020, às 17h44

None
George Harrison (Foto: AP Images)

No livro Here, There and Everywhere, de George Emerick - engenheiro do Abbey Road Studios -, revelou como era a dinâmica intensa de George Harrison com os outros integrantes dos Beatles. As informações são do site Express UK.

Emerick relembra como era “raro” os artistas mostrarem respeito pelo trabalho do guitarrista e que os colegas não exaltavam as composições e performances de Harrison: "Era raro quando John dava a George o respeito que ele merecia".

+++ LEIA MAIS: Qual é o álbum dos Beatles com mais músicas de George Harrison?

Quando o guitarrista teve dificuldades com o solo em “I’m Only Sleeping”, o engenheiro confessa como Paul McCartney "realmente parecia um pouco envergonhado pelas limitações musicais de George".

No documentário Let It Be (1970), George Martin, comentou como o guitarrista teve uma briga física com os companheiros durante as gravações de “I Me Mine”.

+++ LEIA MAIS: Quais foram as últimas palavras de George Harrison a Paul McCartney, Ringo Starr e Olivia Harrison?

Com as desavenças, Harrison saiu da banda em janeiro de 1969. Por dez dias os Beatles não tinham guitarrista - isso até o músico voltar por causa de obrigações contratuais.

Em entrevista antiga à Rolling Stone EUA, Harrison lembrou dos problemas com os colegas, principalmente McCartney: “Meu problema era que sempre seria muito difícil entrar em cena, porque Paul era muito insistente nesse aspecto. Quando ele sucumbia a tocar uma de suas músicas, ele sempre fazia isso bem. Mas você precisava tocar 59 das músicas dele antes que ele ouça uma das suas".

+++ LEIA MAIS: Por que John Lennon não se preocupou com a saída de George Harrison dos Beatles?

Apesar das intrigas na época dos Beatles, Harrisonse manteve amigo íntimo de Lennon até a morte prematura músico. Ainda, ele também continuou amigo de McCartney e Ringo.


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN