O dia que Paul McCartney surtou pouco antes do fim dos Beatles

Um desentendimento fez McCartney “ficar furioso”

Redação Publicado em 03/04/2020, às 17h21

None
Paul McCartney (Foto: AP)

Os Beatles se separaram em 1970, logo após o lançamento do último disco solo do grupo, Let It Be. No entanto, o álbum foi motivo de desentendimento - principalmente relacionado a Paul McCartney. As informações são do Express.Co.

+++LEIA MAIS: Qual foi a última música que John Lennon e Paul McCartney fizeram para os Beatles?

O lançamento de Let It Be estava marcado para 24 de abril, mas McCartney insistiu que a estreia do próprio disco solo fosse uma semana antes, no dia 17 do mesmo mês. Segundo o The Telegraph, John Lennon e George Harrison acharam “idiotice” lançar os dois trabalhos tão próximos, então pediram à gravadora para adiar o álbum de McCartney para junho

A novidade foi entregue à McCartney por Ringo Starr em uma carta, mas não foi bem aceita. No livro dos Beatles, The One You Make, é relatado por uma fonte que McCartney "ficou furioso". O músico balançou o dedo para Starr e gritou: "Vou acabar com todos vocês! Você vai pagar!”

+++ LEIA MAIS: Qual foi o disco dos Beach Boys que inspirou Paul McCartney a fazer o clássico dos disco dos Beatles, Sgt. Pepper's?

Devido à reação de Paul McCartney, o baterista falou para John Lennon e George Harrison deixarem o músico ficar com a data de lançamento, fazendo Let It Be ser adiado para maio. Apenas uma semana depois, McCartney anunciou a saída dos Beatles, mas as dissolução do grupo só foi formalizada em 1974.

Pouco tempo depois, McCartney admitiu se arrepender de como a banda acabou: "O lado dos negócios realmente entrou e ficou um pouco complicado. Me arrependo disso”.

+++LEIA MAIS: O baixo isolado de Paul McCartney em ‘Dear Prudence’ é de arrepiar; ouça


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?