O disco que todos deveriam ouvir antes de morrer, segundo Björk, é surpreendente, no mínimo

A cantora de 54 anos, que sempre teve um gosto musical muito aguçado, revelou seu álbum favorito

Redação Publicado em 13/08/2020, às 13h41

None
Björk (Foto: Instagram / Reprodução / @santiagraphy)

Desde que se descobriu na música ainda pequena, Björk, 54, trilhou uma carreira fascinante e inovadora, portanto é evidente que seu álbum favorito seja - para falar o mínimo - excepcional.

Segundo a Far Out Magazine, há dois anos, a NME questionou "qual álbum todos deveriam escutar antes de morrer". A artista, que sempre teve um gosto musical muito aguçado, saiu da caixinha, como sempre, e indicou um álbum cult que a influenciou de forma positiva em sua adolescência: Sulk, da banda pós-punk escosesa The Associates.

"Meu caso de amor com The Associates começou quando eu tinha 15 anos. Buscava minha identidade como cantora e realmente admirei a forma como o Billy Mackenzie usava e manipulava a voz naquele disco. Ele era um cantor incrivelmente espontâneo e intuitivo, cru e perigoso”, explicou Björk, acrescentando: “Ao mesmo tempo, ele sempre parecia estar realmente conectado à natureza. Já ouvi pessoas descrevê-lo como um cantor de soul branco, mas sempre achei sua voz mais pagã e primitiva, e para mim, isso é muito mais raro e interessante.”

+++LEIA MAIS: O universo labiríntico e distorcido do pop kafkiano de Arca

 


+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS