Pulse

O Foo Fighters é diferente do Pearl Jam, defende guitarrista em conversa com fãs no Twitter

Os fãs levantaram um questionamento acerca das setlists dos shows e Chris Shiflett defendeu as escolhas da banda

Redação Publicado em 11/07/2019, às 12h56

None
Chris Shiflett (Foto: Amy Harris/Invision/AP)

Chris Shiflett, guitarrista do Foo Fighters, entrou em uma discussão com alguns fãs no Twitter ao falar sobre a escolha das músicas para os shows da banda.

Já conhecido por nunca alterar a setlist, o Foo Fighters seguiu durante toda a carreira dando prioridade para os hits mais conhecidos e covers de outros grupos, como por exemplo "Under Pressure", do Queen. Ao explicar a decisão do grupo de não sair do costume, Shiflett escreveu: 

"Há fãs que amariam algumas faixas dos discos, b-sides, etc… e sim, seria muito divertido, mas a maioria das pessoas nos shows quer ouvir as músicas que elas conhecem. É algo interessante — quase todas as noites, o Dave diz, ‘quantos de vocês [nunca] viram o Foo Fighters antes?’, e a maioria das pessoas levanta a mão, o que eu acho que significa que, em uma noite normal, a maioria é fã casual. E além disso, shows são caros — ingressos, estacionamento, camiseta, cerveja, etc… Então existe uma responsabilidade em oferecer um bom momento para todo mundo. […] Eu entendo e respeito todos nessa discussão. Sei que querem ouvir mais raridades, mas me deixem fazer uma pergunta — por que que quando a gente toca essas músicas, a energia do público vai para zero? Haverá 10 pessoas lá na frente gritando e uma arena cheia de gente coçando a cabeça."

"Outras bandas condicionam os seus fãs com diferentes expectativas. Como o Pearl Jam, o Phish, o The Dead, etc… todos fazem algo bem diferente de nós", acrescentou. 

 

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"