Pulse

O futuro do Capitão América é incerto, e Chris Evans faz questão de manter o mistério

Vingadores:Ultimato chega aos cinemas brasileiros em 25 de abril

Redação Publicado em 27/03/2019, às 15h45

None
Chris Evans como Capitão América em Vingadores: Ultimato (Foto:Reprodução)

Já faz oito anos desde que Chris Evans estreou como Capitão América, no filme O Primeiro Vindagor (2011). Agora, a menos de um mês do lançamento do longa que deve encerrar uma era do universo cinematográfico da Marvel, o ator olha para o seu reflexo na armadura do personagem e mantém em segredo o que está por vir.

Vingadores: Ultimato chega aos cinemas em 25 de abril, e os fãs não se cansam de especular sobre o futuro do coletivo de heróis. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Evans revelou que o último dia de gravação do filme foi "surpreendentemente emocional".

Assim como os adeptos da Marvel, o ator não tem certeza se vai continuar no papel em um possível próximo filme (e isso levando em conta que termine tudo bem em Ultimato). Em conversa com o New York Times, porém, ele deu indícios de que não retornaria: "É melhor sair do trem antes que te empurrem dele".

Evans contou também que a primeira versão do filme feita pela equipe beteu 3 horas de duração, e ele mesmo só assistiu a um terço disso.  

No meio de tantas incertezas, uma garantia: "Eu vou pedir para ficar com a armadura inteira", disse o ator sobre o figurino que usou nos últimos anos. "Nunca pedi isso, mas o [Chris] Hemsworth ficou com a dele [de Thor]. Eu quero a minha inteira também."