O Legado de Mario: como foi construída a fama do maior personagem da história dos games - desculpe, Sonic

Mario consegui ir além de ser o encanador que precisa salvar a princesa

Felipe Grutter | @felipegrutter Publicado em 26/08/2020, às 07h00

None
Mario e outros personagens da franquia (Foto: Reprodução/Nintendo)

Não importa se você joga somente no PlayStation, Xbox ou PC, você já deve ter jogado algum jogo do Mario, mas com certeza sabe quem ele é. Baixinho (até pegar algum cogumelo), bigodudo e só veste um macacão azul, com chapéu e blusa vermelhos, o personagem se tornou o maior de toda a história dos games, e dificilmente será ultrapassado por alguém - desculpe, Sonic, você chegou bem perto.

Mario é nada mais que um encanador. Ele é uma propriedade da gigante dos games Nintendo e foi criado por Shigeru Miyamoto, desenvolvedor e designer de jogos. Desde primeiro game dele, em 1985, o personagem se tornou o mascote principal da empresa e já apareceu em mais de 200 de games.

Além disso, a franquia Mario é a mais bem-sucedida, com mais de 500 milhões de vendas (via Goliath). Mas como foi construída a fama do maior personagem da história dos games?

+++LEIA MAIS: Guitarra temática de Super Mario World é feita com 10 mil palitos de pirulito; veja


Bom, vamos começar do começo…

Antes de ficar conhecido definitivamente como Mario, o personagem deu as caras em Donkey Kong, jogo de plataforma da Nintendo de 1981, no qual o jogador controlava um personagem, sem nome, mas igual Mario, que precisava subir em plataformas para salvar Lady - depois renomeada como Pauline - das mãos do vilão primata que levava o mesmo nome do game. Anos depois, tanto o antagonista se tornariam os maiores ícones da Nintendo.

Donkey Kong foi lançado para arcade e, para os dias de hoje, a gameplay era bastante simples, mas na época foi algo revolucionário. O design dos personagens e a trilha sonora composta por Yukio Kaneoka foram os maiores destaques do game e ajudaram a eternizá-lo.

+++LEIA MAIS: Se Mandalorian se passasse no mundo do Mario, baby Yoda seria baby Yoshi? Arte de fã dá a resposta


Eis que surge um jogo só para o personagem, com nome para ele, história e muito mais

No dia 14 de julho de 1983, no Japão, a Nintendo lançou Mario Bros., um game de arcade criado por Shigeru Miyamoto. O jogo usa bastante do fato de Mario ser um encanador, porque ele mostra o personagem, junto do irmão Luigi, enfrentando criaturas no esgoto.

No entanto, Mario Bros. ainda não era do jeito que todos conhecemos, porque o jogador podia apenas correr e pular por cima de inimigos, sem poder matá-los ao pisar na cabeça. Existiam quatro inimigos: Shellcreeper, Sidestepper, Fighter Fly e Slipice.

Então, com o lançamento de Super Mario Bros., no dia 13 de setembro de 1985, o personagem foi apresentado em como boa parte dos gamers passaram a amar e respeitar. O game foi lançado para NES (Nintendo Entertainment System), mais conhecido no Brasil como Nintendinho.

No jogo, os jogadores controlam Mario (ou Luigi), enquanto os personagens começam uma aventura no Reino dos Cogumelos para resgatar a Princesa Cogumelo, capturada por ninguém mais ninguém menos que Bowser. Além disso, Super Mario Bros. nos apresentou ao Super Cogumelo, Flor de Fogo, Estrela, entre outros Power-Ups icônicos.

O game é, até hoje, considerado como um dos melhores já criados em toda história. Isso se deve à jogabilidade, trilha sonora criada por Koji Kondo e até a própria história e personagens. Junto do Nintendinho, a obra foi responsável por revitalizar e popularizar a indústria dos games.

+++LEIA MAIS: Jogo online permite que o público dirija filmes de Steven Spielberg


Surge um concorrente páreo para Mario

Em 1991, a indústria dos games se deparava com um dos maiores fenômenos: Sonic. O primeiro jogo do personagem, lançado para Mega Drive pela SEGA, foi Sonic the Hedgehog. A obra era uma plataforma e a jogabilidade, gráficos e trilha sonora impressionaram crítica e público.

De acordo com a BBC, a Nintendo dominava 90% do mercado dos games. Com a chegada de Sonic the Hedgehog e Mega Drive, a SEGA passou a dominar cerca de 55% da indústria (via videogamedunkey).

Porém, a franquia Mario conseguiu se reinventar e seguir com a qualidade, o mesmo não pode se dizer de Sonic, que fracasso atrás de fracasso, quase caiu no esquecimento. Esses fatores foram fundamentais para o encanador retornar ao trono e não sair de lá nunca mais, geração após geração de consoles.

+++LEIA MAIS: Revolução dos Bichos, livro de George Orwell que faz metáfora sobre autoritarismo, é adaptado para game indie; assista ao teaser


Um salto para o 3D

Pode-se dizer que uma das melhores e mais inteligentes jogadas da Nintendo foi ter levado Mario em jogos tridimensionais. Isso fez com que o nome do personagem se tornasse um dos maiores da cultura pop.

Eu falo, é claro, do icônico Super Mario 64, lançado para Nintendo 64 no dia 23 de junho de 1996. O game mostrava Mario, que precisa percorrer o castelo da princesa Peach para cumprir a missão de salvá-la do já conhecido por todos, Bowser. No entanto, o jogo trazia uma inovação: ele não era linear.

Além de ser mundo aberto, o jogador tinha total liberdade de como cumprir, por qual caminho seguir, cada missão. A jogabilidade foi extremamente por ser bastante criativa e trazer bastante fluidez.

Enquanto isso, dois anos depois do lançamento de Super Mario 64, a SEGA tentou entrar nos games 3D do porco-espinho azul e lançou Sonic Adventure. Então, o personagem entraria em uma fase quase sem fim de jogos simplesmente horríveis e desrespeitosos para a franquia.

Com o passar dos anos, desastres como Sonic Boom: Rise of Lyric, Sonic Free Riders, Sonic and the Secret Rings e Sonic Unleashed afundariam o nome do personagem e o deixaria em desgraça.

+++LEIA MAIS: Cyberpunk 2077: 6 músicas para conhecer Refused, banda responsável pelas músicas cantadas por Keanu Reeves no game


Enquanto o principal concorrente passa por uma fase horrível, Mario se reafirma

A Nintendo existe desde antes dos videogames existirem, e desde que entrou no mercado, sempre mostrou saber o que fazer e foi uma das principais empresas da indústria. Não é à toa que eles criaram Mario, Donkey Kong e Zelda.

No entanto, Mario não fez sucesso somente com jogos de plataforma ou 3D que os jogadores precisam jogar uma história batida e clichê de salvar uma princesa. Além de serem criados diversos jogos com o personagem, ele ganhou até um filme - mas a gente não fala dele.

Mario continuou marcando gerações, seja em plataformas ou 3D. A Nintendo também fez jogos em grupo (Mario Party), jogos de corrida (Mario Kart), RPGs (Paper Mario), esportes (Mario Tennis Aces), entre muitos outros.


+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'