“Estou fazendo o que sempre quis, nunca quis fazer o Bonde [do Rolê]”, diz Marina Vello sobre o Madrid

A dupla, formada com Adriano Cintra, trouxe show intimista para o Goiânia Noise

PEDRO ANTUNES, DE GOIÂNIA Publicado em 10/11/2012, às 13h21 - Atualizado às 14h25

Madrid no Goiânia Noise
Marina Marques/Divulgação

A sonoridade que sai do palco foge dos arquétipos criados ao ouvir os nomes de Marina Vello e Adriano Cintra. Ex-integrantes do Bonde do Rolê e CSS (Cansei de Ser Sexy), a dupla partiu para uma viagem sonora introspectiva e, depois de sucesso alcançado na Europa com suas duas antigas bandas, eles voltam a viver as experiências do início de carreira com o duo Madrid, lançado este ano, com disco homônimo.

Veja como foi o primeiro dia de shows do festival Goiânia Noise

“O Madrid é libertador”, diz Vello. “Estou fazendo o que sempre quis, nunca quis fazer o Bonde”, completa a cantora e guitarrista. “Para mim, com o Bonde era ir para onde o vento me levasse, entende? Cheguei na Europa com R$ 50 reais no bolso”, relembra.

O discurso de ambos, minutos antes de começar a apresentação no festival Goiânia Noise, era de que agora os passos serão pensados cuidadosamente. “Não quero lançar um disco eletrônico e ter que tocar fingindo que estou adorando”, explica Adriano. “Não bebo mais, não gosto de sair, quero ir dormir cedo”, completa. Depois das experiências bem-sucedidas comercialmente com os antigos grupos, explica Marina, a banda surgiu da necessidade de continuar tocando, sem necessariamente “hypar ou ser alguém na noite”.

Para isso, a dupla volta aos estágios iniciais de exploração sonora no palco, descobrir qual a melhor maneira de levar sua sonoridade intimista formada por voz, guitarra, piano e uma bateria eletrônica para o ambiente ao vivo da melhor forma possível. “Fomos testando só nos dois, com banda”, diz Adriano, explicando como chegaram ao formato atual.

Ainda que suas ex-bandas tivessem adquirido reconhecimento em território estrangeiro (antes mesmo do que no Brasil), Adriano e Vello partiram para uma turnê quase anônima na Europa, pouco antes do show no festival Planeta Terra 2012, realizado em outubro. Foram 20 dias e oito shows em cidades como Zurique, Roma, Berlim, Paris e Londres. “As pessoas foram assistir a uma banda de que ouviram falar, não sabiam que era a mina do Bonde com o cara do Cansei”, explica Adriano, sobre esse recomeço.

CSS

Apesar de estar em um novo projeto, Adriano ainda gosta de alfinetar sua ex-banda. Há dez dias, o CSS lançou a música “I’ve Seen Your Drunk Gurl”, primeira do novo trabalho do grupo, no Soundcloud do produtor do disco, David Sitek, do Tv On The Radio. Na ocasião, o músico foi o primeiro a comentar sobre a faixa, dizendo que esperava mais de Sitek. Na entrevista para a Rolling Stone Brasil, questionado sobre o assunto, ele diz apenas: “Achei uma bosta! Achei que seria pelo menos bem produzido”. “Só consegui ouvir a música inteira quando eu fui fazer a minha versão”, completa, referindo-se paródia criada por ele há dois dias, "Te Vi Zoando no Itaim Bibi".

Ouça, abaixo, as duas versões da música (a original e a versão de Adriano):