O Pai de Marilyn Monroe: livro mistura ficção e realidade e desvenda os mistérios da estrela do cinema

Em seu romance de estreia, Lucas Martini conquista o leitor com uma trama baseada em fatos reais

Redação Publicado em 21/07/2021, às 15h07

Em seu romance de estreia, Lucas Martini conquista o leitor com uma trama baseada em fatos reais
Reprodução/Amazon

Não podemos negar que Marilyn Monroe entrou para a história como uma das maiores lendas de Hollywood, não é mesmo? Carismática, inteligente, talentosa e dona de uma personalidade única, a estrela de cinema segue conquistando fãs e inspirando diversas produções cinematográficas e literárias mesmo após 59 anos de sua morte. 

Em “O Pai de Marilyn Monroe”, obra de estreia  do professor e jovem escritor gaúcho Lucas Martini, a atriz é homenageada com uma narrativa intensa que mistura ficção e realidade. Repleto de detalhes, o romance policial baseado em fatos reais da vida da estrela do cinema promete conquistar o leitor desde a primeira página. 

“Tudo o que relatei até agora ocorreu há décadas. Hoje minha visão não é mais a mesma, mas ainda consigo distinguir bem o rosto de Marilyn na minha parede, bem como sua letra, escrita em tinta permanente. Agora mesmo estou olhando para suas feições no quadro. Gosto de pensar que ela me via mesmo como um amigo, ainda que temporário; alguém que se importava com ela, que queria seu bem.” (O pai de Marilyn Monroe, p. 128)

Na história, o detetive particular Clint Harper é contratado por Marilyn Monroe para contactar o Sr. Charles Stanley Gifford, homem que a atriz afirma ser seu pai. Porém, a tarefa não será tão simples quanto ele imagina. Gifford é um velho conhecido do investigador, que acaba  ficando dividido entre a lealdade de seu amigo e honrar o compromisso com a cliente.

Confira, abaixo, um trecho da obra: 

“Estava agora curioso. Era compreensível seu espanto. Éramos todos homens do submundo, discretos, acomodados, sem muita avidez. Digo, Bernie era diferente de todos nós; ela tinha ambições e já tinha encontrado muitas celebridades em sua vida. Ela era um estrela de primeira grandeza em um céu nebuloso. Não tinha sonhos, e sim metas. Reaves era um figurão de uma cidade suja e decadente, e pensar que Marilyn Monroe, “a mulher mais famosa do mundo”, de acordo com a Rainha, teve alguma interação com um investigador particular de subúrbio era algo difícil de acreditar.” 

E, aí? Ficou curioso para saber como essa história termina? Então acesse o link ao lado e garanta o ebook de “O Pai de Marilyn Monroe”: https://amzn.to/3eIePnZ 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Rolling Stone pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/3d5KDAX   

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2UbsHfD