O que aconteceu com o rancho Neverland após a morte de Michael Jackson?

Mesmo que o preço caiu em 70%, a propriedade ainda não foi vendida

Redação Publicado em 06/03/2020, às 16h04

None
Michael Jackson (Foto: Brittain Landmark Media Punch / IPX)

Michael Jackson administrou o rancho Neverland por um longo tempo, e era a residência principal dele. O músico comprou o Neverland Estate, então conhecido como Sycamore Valley Ranch, em 1988, por um valor que as fontes calculam ser em média US$ 19,5 milhões e US$ 30 milhões.

+++ LEIA MAIS: Ex-segurança de Michael Jackson revela a existência namoradas secretas e um plano de fuga

O astro morava no rancho, mas também desenvolveu um parque de diversões privado na propriedade, abrindo um zoológico e inúmeras estátuas de jardins. Depois disso, também abriu três ferrovias, uma locomotiva a vapor com o nome de sua mãe, Katherine, uma roda gigante, montanha-russa e fliperama.

Oprah Winfrey entrevistou o músico ao vivo no rancho em 1993. Jackson organizou um evento no rancho ao lado da esposa Lisa Marie Presley em 1995, onde crianças de todo o mundo foram convidadas.

+++ LEIA MAIS: Lisa Marie Presley relembra divórcio com Michael Jackson: ‘Eram as drogas e vampiros ou eu’

No entanto, a partir do julgamento do astro do pop em 2003 cujo ele foi acusado de molestar um menor de idade, o rancho Neverland foi amplamente revistado pela polícia. Mesmo absolvido de todas as acusações, o músico deixou o rancho e disse que nunca mais iria morar na propriedade e considerou que não era mais a casa dele, segundo a irmã dele La Toya conta no livro Starting Over, de 2012.

Após a morte de Jackson em maio de 2009, todos os brinquedos e animais foram removidos da propriedade, e alguns foram substituídos por uma seção decorada com Peter Pan, além de um jardim de meditação.

+++ LEIA MAIS: Musical vai contar história de origem da luva de Michael Jackson: um alien que "se alimenta de sangue de menino virgem"

O rancho foi colocado à venda em 2015 pela Colony NorthStar, mas o irmão do astro, Jermaine, escreveu uma carta aberta discordando da decisão.

A propriedade foi colocada à venda novamente em 2016 pela Sotheby's, mas o valor dela caiu em US$ 70 milhões em fevereiro de 2019. Ainda não foi vendida, e, a família de Jackson não abriu o rancho como memorial ou museu para o cantor, especialmente com a remoção de muitos dos brinquedos - como resultado, não pode ser visitado por turistas.

+++LEIA MAIS: Casamento com Michael Jackson era ‘para salvá-lo’, revela Lisa Marie Presley: ‘Estava delirando’


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'