O que diferencia o Led Zeppelin de The Who e outras bandas, segundo John Paul Jones

Ex-baixista explicou também como a morte de John Bonham acabou com o grupo

Redação Publicado em 25/06/2020, às 12h32

None
Led Zeppelin em 1968 (Foto: Reprodução/ Instagram/Jørgen Angel)

John Paul Jones, ex-baixista do Led Zeppelin, considerava a banda diferentes de outros nomes da época, como The Who, conforme explicou em entrevista sobre o legado do Zeppelin em 2007. As informações são do site CheatSheet.

Para Jones, a banda se destacava porque o trabalho não era focado no lançamento de novas músicas e álbuns. “Diferente de muitas outras bandas, Led Zeppelin não era focado nas músicas, e sim nas performances”, explicou o músico em entrevista à Mojo.The Who tem base nas músicas”. 

+++ LEIA MAIS: Por que Pete Townshend, do The Who, odeia tanto tudo relacionado a Led Zeppelin
A publicação lembra a importância das apresentações ao vivo e improvisação para o Zeppelin, e essa característica tornou impossível a continuidade da carreira da banda após a morte do baterista John Bonham em 1980. No caso do The Who, a banda seguiu com novos álbuns e turnês mesmo após a morte de Keith Moon e John Entwistle, baterista e baixista do grupo. 

“Quase não importava quem tocava [The Who], como vemos agora a banda com apenas dois integrantes originais. Com Led Zeppelin, no entanto, ter outras pessoas para tocar as músicas não as traduz tão bem”, exemplificou Jones na entrevista. O músico explicou que, mesmo uma reunião com Jimmy Page e Robert Plant, ainda não seria o Zeppelin pela ausência de Bonham. 


+++ A PLAYLIST DO SCALENE