Para Morrissey, Barack Obama “provavelmente é branco por dentro”

Ex-vocalista do The Smiths criticou o presidente dos EUA pela passividade perante a violência policial contra negros no país

Redação Publicado em 20/08/2015, às 17h25 - Atualizado às 17h52

Morrissey não dispensa um veneno

Ver Galeria
(11 imagens)

O polêmico Morrissey não se furta de expressar opiniões incisivas nem mesmo quando o assunto não é diretamente ligado a ele. Em participação no programa online Larry King Now, nos Estados Unidos, o cantor britânico fez uma forte declaração a respeito do presidente local, Barack Obama.

Galeria: os 15 insultos mais polêmicos de Morrissey.

“Obama é branco por dentro? Essa é uma questão muito lógica. Eu acho que ele provavelmente é”, disse o ex-vocalista do The Smith no decorrer de uma digressão sobre a violência de policiais norte-americanos contra cidadãos negros.

Dez músicas da carreira solo de Morrissey que você precisa ouvir.

“Eu acho que ele [Obama] desapontou muita gente. Eu não acho que no caso de Ferguson e em outros ele tenha realmente ajudado sua gente constantemente dizendo que a polícia está sempre certa. Todo mundo sabe que isso não é verdade”.

Morrissey volta à TV norte-americana com performance de “Kiss Me A Lot”; assista.

O assassinato do jovem Michael Brown, de 18 anos, em agosto do ano passado, na cidade de Ferguson, no sul dos Estados Unidos, foi lembrada em 2015 com uma série de protestos sendo realizados no local e em outros pontos do país.

Morrissey diz ter sido vítima de assédio sexual em aeroporto nos EUA.

Antes, em março deste ano, dois policiais foram alvejados por armas de fogo na cidade e Obama condenou os ataques dizendo que não havia justificativa para os atos, ainda que “o que tenha acontecido em Ferguson [a morte de Brown] tenha sido opressivo, ofensivo e digno de protesto”.

Além da entrevista, Morrissey apresentou no programa sua nova canção "Kiss Me a Lot". O artista pode realizar shows em novembro deste ano no Brasil, onde esteve pela última vez em 2013.