Obcecado pela notícia, o jornalista Ricardo Boechat morre aos 66 anos

Jornalista voltava de Campinas, em São Paulo, quando o helicóptero caiu e se chocou com um caminhão, nesta segunda, 11

Redação Publicado em 11/02/2019, às 14h37

None
O jornalista Ricardo Boechat (Foto: Band/Divulgação)

Ricardo Eugênio Boechat, jornalista e apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM, morreu em São Paulo nesta segunda, 11, aos 66 anos.

Ele voltava da cidade de Campinas, localizada próxima à capital, após lecionar uma palestra, quando o helicóptero responsável pelo seu transporte caiu e se chocou com a frente de um caminhão.

O local do acidente foi próximo do quilômetro 7 do Rodoanel, no sentido da Rodovia Castelo Branco. O piloto da aeronave também morreu. O motorista do caminhão ficou ferido.

Boechat começou sua carreira como jornalista nos anos 1970, e passou por veículos como O Globo, O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil e O Dia. Ele foi três vezes vencedor do Prêmio Esso.

Era um obcecado pela notícia e admitia isso. Durante os dias de semana, lia quatro jornais pelas manhãs - aos sábados e domingo, se permitia ler um só. Ter cinco ou mais horas d esono por noite, para ele, era um excesso.

Com isso, nas trincheiras do jornalismo desde os 17 anos, quando ingressou no jornal Diário de Notícias. Lá ficou por 17 anos, até a mudança para o jornal O Globo.

Em 2015, a Rolling Stone Brasil entrevistou o jornalista para um perfil extenso publicado na edição de fevereiro daquele ano.

Lá, Boachat mostrava os lados piadista e assertivo com os quais os brasileiros se acostumaram, ao longo dos anos, ao ouvir e assistir ao jornalista, nas suas apresentações diárias no rádio e na TV - ele era funcionário do Grupo Bandeirantes.

Leia a entrevista completa aqui.

Veja, abaixo, fotos do jornalista publicadas pela Rolling Stone Brasil na edição de fevereiro de 2015 (crédito: Arquivo pessoal).