Relembre 11 bad boys da ficção que odiamos amar

Redação Publicado em 13/08/2014, às 18h57 - Atualizado às 23h58

Galeria - Bad Boys - Abre
Reprodução/Montagem

Como não se apaixonar por Patrick (Heath Ledger) de 10 Coisas que Eu Odeio em Você? Depois do personagem cantar "Can't Take My Eyes off You", de Frankie Valli, para Kat (Julia Stiles), todos os crimes dele foram definitivamente perdoados pelos espectadores.
James Dean praticamente inventou o conceito de “bad boy” com o papel de Jim Stark em Juventude Transviada. Há 59 anos, o ator nos deu muitos motivos para querer ser um rebelde sem causa.
Líder dos T-Birds, Danny Zuko (John Travolta), estabeleceu o visual icônico de um bad boy em Grease - Nos Tempos da Brilhantina. A receita é simples: jeans, camiseta branca, uma jaqueta de couro, bastante gel no cabelo e um cigarro - além de cara de malvado.
Em 1951, Marlon Brando deu vida ao jovem Stanley Kowalski no longa Uma Rua Chamada Pecado. O marido de Blanche (Vivien Leigh) é machista, grosseiro - um verdadeiro brutamontes. Por isso ele se encaixa perfeitamente
Ok, Bender (Judd Nelson) é um forte competidor ao posto de maior bad boy de todos os tempos. Condenado à detenção perpétua, o jovem delinquente conquistou a todos quanto deixou de lado a pose de durão para se aproximar de Andrew (Emilio Estevez), Brian (Anthony Michael Hall), Claire (Molly Ringwald) e Allison (Ally Sheedy), em Clube dos Cinco.
Bem, o que falar do maior malvado da galáxia? Han Solo (Harrison Ford) é extremamente arrogante – talvez seja por isso que o personagem tenha um apelo tão grande. Nunca vamos nos esquecer da resposta de Solo ao “Eu te amo” de Princesa Leia (Carrie Fisher). Precisa ser muito bad boy para dizer “Eu sei”, sem pestanejar. Ainda bem que ela deu o troco depois.
Ele pode até ser rico e mimado, mas isso não diminui em nada o potencial bad boy de Chuck Bass (Ed Westwick), de Gossip Girl. Ao lado da bad girl Blair Waldorf (Leighton Meester), o herdeiro nos fez ter vontade de matá-lo e abraçá-lo - tudo junto e ao mesmo tempo.
Antes de qualquer coisa, vale ressaltar que Logan Echolls (Jason Dohring) tem uma série de traumas que justificam o lado bad boy dele. O pai de Echolls matou a namorada dele. Para piorar, a mãe comete suicídio no ano seguinte. Isso porque estamos falando da série Veronica Mars - no filme ele ainda consegue ser acusado de assassinato.
Jon Snow, de Game of Thrones não é bem um bad boy – ele é um aspirante ao título. Na escola, ele seria aquele cara que senta no fundão ouvindo Joy Division sem falar com ninguém. Na verdade, Snow é bem meigo. Mas não "sabe de nada".
Aos olhos da família de Rose (Kate Winslet), Jack Dawson (Leonardo DiCaprio) era pior do que um bad boy: um jovem sem rumo, sem um tostão no bolso e cheio de más intenções. Isso porque ele resolveu que faria as coisas à maneira dele. Afinal, a vida é um presente que Dawson não pretende jogar fora.
Wade "Cry-Baby" Walker (Johnny Depp) era um líder de gangue que conseguiu conquistar uma das meninas mais "recatadas" da escola. Quando o jovem foi preso, Allison (Amy Locane) foi até a porta da instituição para cantar e pedir a liberdade dele em uma das melhores cenas de Cry-Baby.