Os grandes amores de Freddie Mercury: quem são, o que herdaram? Conheça as histórias

O vocalista do Queen não esqueceu dos companheiros de vida no testamento

Redação Publicado em 30/09/2020, às 07h56

None
Freddie Mercury (foto: AP/ Gill Allen)

Freddie Mercury viveu diversas paixões ao longo da vida, algumas breves e outras que duraram até o final da vida do vocalista do Queen. O astro do rock mergulhou de cabeça em cada relacionamento e não deixou de lembrar de alguns parceiros no testamento dele. 

O Aventuras na História relembrou quem são os principais companheiros de Mercury e o que cada um deles herdaram. Confira:

Mary Austin

O amor da vida de Mercury foi Mary Austin. A ex-noiva do vocalista do Queen acompanhou os primeiros passos do músico e também foi quem percebeu a verdadeira sexualidade do astro do rock. 

Mesmo após o fim do relacionamento, que durou aproximadamente cinco anos, os dois continuaram melhores amigos para o resto da vida. Mary foi a grande herdeira dos bens de Mercury e recebeu os direitos autorais das músicas e da imagem do cantor, além de ganhar a mansão Garden Lodge e cerca de £ 9 milhões.

+++ LEIA MAIS: Michael Jackson decepcionado, anões com drogas? Os maiores mitos sobre as festas de Freddie Mercury


David Minns

David Minns foi um executivo da Elektra Records e ficou conhecido como um dos primeiros homens que se envolveu com Mercury. Ele ajudou o Queen a promover o terceiro disco da carreira,  Sheer Heart Attack, e viu o astro do rock conquistar cada vez mais fama no mundo da música ao lado da banda. 

O relacionamento de Minns e Mercury começou após a festa de lançamento do álbum, em 1974, e durou cerca de três anos. 

+++ LEIA MAIS: Direitos autorais de Freddie Mercury: como vocalista do Queen dividiu a herança e quantos milhões cada parte já ganhou com músicas e Bohemian Rhapsody


Joe Fanelli

O chefe de cozinha Joe Fanelli foi o motivo do fim do relacionamento do vocalista do Queencom o executivo da Elektra Records. Mercury traiu Minns durante uma turnê na América do Norte e acabou mantendo um relacionamento mais livre com Fanelli, que se tornou cozinheiro oficial do músico. 

Fanelli foi uma das pessoas citadas no testamento de Mercury. De acordo com o Mirror UK, o cozinheiro recebeu cerca de  £500 mil.

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury quem? Menino de 10 anos impressiona ao cantar 'Radio Gaga', do Queen, em programa


 

Jim Hutton 

Entre as maiores paixões da vida de Mercury, está Jim Hutton. Os dois se conheceram em uma boate gay e cabeleireiro não se deixou levar pelas cantadas do músico por já estar comprometido. 

Porém, mais tarde, o Huttoncedeu às investidas do astro do rock e começou um relacionamento que durou até o final da vida do vocalista do Queen. O cabeleireiro morou na  mansão Garden Lodge e acompanhou os últimos momentos do cantor, que morreu em consequência da AIDS em 1991. 

Segundo o site Mirror UK, Mercury deixou cerca de  £500 mil para Hutton, que decidiu voltar para o país de origem, Irlanda, e viver o resto da vida. 

+++ LEIA MAIS: As 7 melhores músicas do Queen escritas por Brian May, segundo site


Confira a reportagem original do Aventuras na História aqui. 


+++ HOT E OREIA: 'VIRAMOS ADULTOS, MAS AINDA BUSCAMOS POR ESSA CRIANÇA DO COMEÇO'