Pulse

Os Jovens Vingadores, da HQ censurada no Rio de Janeiro, podem entrar no MCU; entenda

Mesmo há cinco anos sem revista própria, os integrantes da superequipe têm caminho aberto para filmes e séries da Marvel

Redação Publicado em 11/09/2019, às 08h23

None
Jovens Vingadores (Foto: Reprodução Marvel Comics)

Mesmo sem ter aparecido nas HQs desde 2014, os Jovens Vingadores ganharam um novo destaque neste ano. Kate Bishop, a arqueira integrante da superequipe, marcará presença na série da Disney+ do Gavião Arqueiro, com Hailee Steinfeld cotada para interpretar a personagem. Mas quem são os Jovens Vingadores e porque a Marvel Studios possivelmente irá trazê-los para o MCU?

Criados por Allan Heinberg e o artista Jim Cheung, os Jovens Vingadores estrearam na primeira edição da revista de mesmo nome em 2005. A publicação foi lançada como parte de uma tentativa da Marvel de revitalizar vários títulos da editora, como Os Novos Vingadores, Homem de Ferro e Capitão América, para conectar personagens novos com a mitologia já existente nos heróis da editora.

Inspirados pelo exemplo dos heróis adultos, os Jovens Vingadores eram originalmente:

  • O Rapaz de Ferro, Nathaniel Richards (uma versão alternativa do vilão Kang, o Conquistador);
  • A Estatura, ou seja, Cassie Lang, filha de Scott Lang, o Homem-Formiga, que usa a mesma tecnologia de mudança de tamanho do pai;
  • O Hulkling, uma versão adolescente do Hulk, híbrido das raças alienígenas Kree e Skrull;
  • Wiccano, um dos gêmeos filhos da Feiticeira Escarlate;
  • O Patriota, neto de um soldado que foi injetado com uma versão protótipo do soro do super soldado de Steve Rogers;
  • A Gaviã Arqueira, também conhecida como Kate Bishop, uma socialite hábil com qualquer tipo de armas, especialmente com o arco e flecha;

O time fez algumas aparições, com as mais frequentes em Jovens Vingadores Vol.1 (números 1-12) Vingadores: A Cruzada das Crianças (números.1-9) e Jovens Vingadores Vol.2 (números 1-15), segunda versão do time criada por Kieron Gillen e Jamie McKelvie, com heróis como um Loki adolescente e outros personagens.

A equipe não tem sido muito utilizada pela Marvel nos quadrinhos recentes, contudo. Na edição especial de número 1.000, eles apareceram em uma página. E os Jovens Vingadores têm tido seu plantel trocado constantemente, com integrantes desaparecendo no limbo criativo ou realocados em outro lugar na linha editorial da companhia.

O conceito de uma equipe de heróis adolescentes foi transferido para um novo título em 2016, um reboot do time dos anos 1970 Os Campeões, que agora apresentava personagens como a Ms.Marvel, o Homem-Aranha (Miles Morales) e Viv, a filha do robô Visão. Os Jovens Vingadores originais acabaram em desuso devido a isso.

Porém, o mundo não deixaria os Jovens Vingadores serem esquecidos. Não apenas as autoridades no Rio de Janeiro tentaram censurar uma edição de Vingadores: A Cruzada das Crianças na Bienal do Livro que mostrava o primeiro beijo do casal Hulkling e Wiccano, parece que a Marvel tem um potencial projeto de Jovens Vingadores nos planos.

Se Hailee Steinfeld aparecer como Kate Bishop na próxima série Disney+ do Gavião Arqueiro, ela seria o segundo membro dos Jovens Vingadores a aparecer no MCU, com Cassie Lang tendo aparecido nos dois filmes do Homem-Formiga e, graças ao salto no tempo emVingadores: Ultimato agora sendo uma adolescente interpretada por Emma Fuhrmann, na idade certa para ela se tornar a Estatura, se necessário.

O Hulkling também possui um gancho próprio para sua introdução no MCU. Como Capitã Marvel e Homem-Aranha: Longe de Casa mostraram, o conflito entre os Kree e os Skrulls será desenvolvido nos cinemas, e isso torna narrativamente importante a existência de um híbrido entre as duas espécies.

Além do mais, após os eventos deVingadores: UItimato, a Terra ficou sem um time de protetores. Será que a Marvel pensa em preencher o vazio deixado no MCU com heróis mais jovens?