Os maiores ABSURDOS de Homelander, o Capitão Pátria de The Boys [LISTA]

Afinal, (quase) todo super-herói da série é um super-vilão

Redação Publicado em 05/09/2020, às 11h00

None
Antony Starr como Capitão Pátria, de The Boys (Foto: Reprodução/Amazon Prime Video)

A incrível série The Boys, série da Amazon Prime Video inspirada nos quadrinhos homônimos de Garth Ennis, virou um dos assuntos mais comentados na última sexta, 4. A segunda temporada foi liberada e teve três episódios disponibilizados no streaming - os outros cinco capítulos serão lançados semanalmente.

Um dos maiores destaques do seriado é Homelander, o Capitão Pátria interpretado por Antony Starr, justamente um dos principais antagonista da trama. Como de costume da produção, a maioria dos super-heróis, supostamente do bem e sem defeitos (imagem passada pelo personagem), são pessoas extremamente horríveis e cheias de momentos desumanos.

+++LEIA MAIS: Review de The Boys 2: ainda mais violenta, série critica cultura dos super-heróis e das celebridades de forma ácida e precisa

Veja abaixo os maiores absurdos do Capitão Pátria em The Boys. Mas não se preocupe com spoilers da segunda temporada, a seguir terão acontecimentos somente do primeiro ano da série.


Assassinato do prefeito

Essa foi uma das primeiras vezes em que vemos Capitão Pátria matar para agradar à executiva Madelyn Stillwell. Após ameaçar expor o segredo do Composto V, o prefeito de Baltimore descobre rapidamente que deveria ter se metido com a Vought ou os Sete.

Para tentar manter o segredo da corporação escondido, Capitão Pátria aparece tenebroso e com os raios lasers, derruba o jatinho do político, que ele estava junto da família. Logo no primeiro episódio de The Boys, fica claro o quão horrível Homelander é e o fato dele não ser nem um pouco um herói.


Criação de super-heróis terroristas

Em alguns episódios da série, Homelander normalmente age de maneira independente, para trabalhar nos próprios interesses. Ele finalmente revela que usa o Composto V para criar terroristas superpoderosos. 

Nesse plano completamente distorcido e sem sentido, o vilão transportou a substância pelo mundo até dar certo, com o intuito de criar "vilões" que pudessem competir com os Sete. Assim, eles teriam mais publicidade e receita para Vought e os "heróis". Com o êxito, diversas vidas humanas inocentes foram completamente perdidas.


Voo 37

O voo 37 refere-se a uma tentativa extremamente fracassada de resgatar um avião sequestrado com vários civis dentro. Depois que um dos sequestradores mata os pilotos, eventualmente morto pelos lasers do Capitão Pátria, o avião entra em queda livre. Ao invés de salvar os passageiros, assim como Superman fez em diversos filmes e HQs, o vilão Homelander vai contra o conselho de Maeve e deixa o voo cair.

Sem dúvidas, essa é de longe uma das cenas mais traumatizantes e pesadas de toda a primeira temporada da série e confirma completamente o quão maníaco Capitão Pátria é, já que ele também ameaça atirar os raios em todos os passageiros, que se encontravam desesperados porque enfrentavam uma situação mortal.


Discurso na praia

Antes do discurso na praia acontecer, o público viu o famigerado voo 37, e a fala do Capitão Pátria conseguiu ser umas das coisas mais antiéticas e desumanas que ele fez em toda a série - isso inclui a segunda temporada.

Depois de ter sido completamente diabólico, o vilão ainda protege a imagem dele aos olhos do público. É bastante assustador ver que Homelander usou um acidente causado por ele mesmo e ainda fazer um discurso inspirador.


Matar Stillwell e o bebê dela

O clímax do episódio final da primeira temporada de The Boys era algo extremamente esperado pelo público. Ao longo da série, o relacionamento entre Capitão Pátria e Madelyn Stillwell é um ponto bastante relevante. A relação deles é completamente bizarra, na qual todas as interações eram desconfortáveis, ao invés de serem amantes normais, eles agiam como mãe e filho.

No final da primeira temporada, ouvimos Stillwell admitir que tem medo do vilão. Ele responde a isso simplesmente com raios laseres no rosto dela, e a matou.


Tudo com Becca, esposa de Bruto

A história de Becca, esposa de Billy Bruto, conduz o personagem no decorrer de toda primeira temporada. O público só sabe de fato o que aconteceu com ela no sexto episódio. Fica claro que o que aconteceu com ela foi o motivo de Bruto odiar todos os super-heróis.

Mais tarde na história, é mostrado que Becca foi estuprada pelo Capitão Pátria e engravidou dele, um bebê aparentemente superpoderoso. Isso não só aumenta toda maldade do vilão, mas também explica por que Bruto o odeia tanto. Além disso, esse acontecimento também traz o grande gancho do final do primeiro ano da série.


+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO