Os pulinhos de Paris Hilton

“O desfile foi demais, as roupas eram lindas", disse a socialite, após participar da São Paulo Fashion Week pela Triton nesta quarta, 10

Por Patrícia Colombo Publicado em 11/06/2010, às 12h02

Paris Hilton: Barbie de carne e osso

Ver Galeria
(3 imagens)

Certamente o ponto alto do segundo dia da São Paulo Fashion Week foi a presença da socialite norte-americana Paris Hilton no desfile da Triton, realizado nesta quarta, 10, no Pavilhão da Bienal. Esta é a segunda vez que ela vem para desfilar - a primeira aconteceu no Fashion Rio, para a Colcci, em janeiro de 2004.

Além das peças da nova coleção da grife, dedicada à temporada primavera/verão 2011, uma grande quantidade de pessoas (que se aglomerava em frente do local onde o desfile aconteceria) estava aguardando para dar uma espiada se Paris havia aprimorado seus passos - tarefa que exige treino, como as próprias modelos sabem muito bem. A socialite fez duas entradas, uma delas abrindo o desfile que teve início com mais de uma hora de atraso.

Pois, como se esperaria, a norte-americana não é nenhuma profissional no assunto e, ao pisar na passarela, arrancou risos de algumas pessoas com seus pulinhos marcando a forma particular de desfilar e suas paradas meio desconcertadas, mas cheias charme (com direito a piscadelas e mexidas no cabelo). Entreteve os presentes, que em muitos momentos gritavam para ela, dando a sensação clara de que estava lá para curtir, à sua maneira, a visibilidade obtida no público fashion e mídia brasileiros - e o cash na já abastada conta bancária, claro.

A sensação que dá é de que Paris Hilton tem plena consciência de que vivencia as experiências pela diversão, sem o peso de desfilar como uma verdadeira modelo nas passarelas. Ela sabe que sua presença em si é o que importa e aproveita a ocasião para tirar um barato e ver qual é. Querendo ou não, o jeito desengonçado e as poses forçadas - além da gigantesca produção estética - acabam criando nela a imagem de uma pessoa divertida.

"Ninguém melhor do que Paris Hilton para traduzir essa ideia de festa", disse a estilista Karen Fuke, em entrevista ao site da Rolling Stone Brasil, sobre a escolha da socialite como atração do desfile, cujo tema retratava o conceito de uma "festa na beira piscina". Karen desconversou quando questionada sobre as exigências da celebridade norte-americana, não entrando em detalhes sobre como foram as negociações para a participação de Hilton na noite da Triton.

Após o desfile, ao deixar a Bienal rodeada por seguranças, a socialite fez questão de se aproximar dos poucos fãs que estavam na grade próxima à saída do backstage, momento em que conversou rapidamente com a RS Brasil. "O desfile foi demais, as roupas eram lindas. Amei", disse. "Eu amo o Brasil." Fazendo caras e bocas ao posar para as fotos junto aos seus admiradores, despediu-se correndo e deixou o local.

Triton

"É uma festa na beira da piscina que começa no início da tarde e termina no comecinho da noite", disse Fuke, sobre a temática apresentada. De acordo com ela, o foco foram os anos 50 e 60, visíveis nos volumosos cabelos das modelos e de Paris Hilton (não estranhe se você vir a foto dela e lembrar um pouco da cantora country Dolly Parton, graças à imensa cabeleira loira - ou a Barbie, no conjunto completo).