Os Simpsons previu que a Disney compraria a Fox em episódio de 1998

Transação entre gigantes do entretenimento custou US$ 52 bilhões e foi anunciada nesta quinta, 14

Redação Publicado em 14/12/2017, às 17h03 - Atualizado às 17h12

Os Simpsons
Reprodução

O grupo Walt Disney anunciou nesta quinta, 14, que comprou parte da 21st Century Fox por US$ 52,4 bilhões. A notícia pode ter sido surpresa para alguns, mas não para os fãs de Os Simpsons. Assim como fez com a presidência de Donald Trump, o escândalo de corrupção da FIFA e os problemas financeiros da Grécia, a série norte-americana previu a transação entre os gigantes do entretenimento.

No episódio de 1998, chamado “When You Dish Upon a Star”, Homer Simpson se torna o assistente pessoal de Alec Baldwin e Kim Basinger, que se mudam para Springfield na esperança de fugir dos holofotes. O protagonista também encontra Ron Howard, e o irrita tentando apresentar um roteiro que envolve um robô assassino que viaja pelo tempo e uma torta falante. Depois de Homer receber uma ordem judicial para não se aproximar de todos eles, o diretor aparece levando o roteiro para a 20th Century Fox, que, de acordo com um gigante outdoor, é agora uma “divisão da Walt Disney Co.”

Os melhores episódios de Os Simpsons

A transação inclui os estúdios de cinema e TV, redes de entretenimento a cabo e empresas internacionais de TV de Rupert Murdoch. A Fox Broadcasting, Fox News, Fox Business, FS1, FS2 e Big Ten Network ficaram de fora da operação e continuam sob o controle do empresário. Já franquias como X-Men, Avatar e Simpsons, além de canais como FX Networks e National Geographic, farão parte do portfólio da Disney.

Para celebrar a mudança no maior estilo Os Simpsons, o produtor executivo James L. Brooks postou um desenho no Twitter que reúne os personagens Homer e Bart Simpson com o grande símbolo da Disney, o Mickey.