Pulse

Oscar 2014: Steve McQueen dedica prêmio aos “21 milhões que ainda encaram escravidão”

12 Anos de Escravidão venceu nas categorias de Roteiro Adaptado, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Filme.

Redação Publicado em 03/03/2014, às 02h52 - Atualizado às 14h06

Steve McQueen agradecendo a Academia pelo Oscar de Melhor Filme para 12 Anos de Escravidão
John Shearer/AP

“Obrigado pela honra incrível que deram para o nosso filme”, disse Brad Pitt, produtor e ator de 12 Anos de Escravidão, quando longa foi anunciado como o Melhor Filme do Oscar 2014. “Estamos todos aqui porque um homem nos uniu para contar essa história. O indomável Steve McQueen.”

Oscar 2014: 12 Anos de Escravidão vence o prêmio de Melhor Filme.

Com essa apresentação, o diretor foi ao microfone para agradecer pelo melhor prêmio da noite deste domingo, 2, no Dolby Theatre, em Hollywood. Depois de se desculpar por ler os agradecimentos em um pedaço de papel – “Eu deixaria vocês entediados sem ele”, brincou –, McQueen agradeceu a todos os envolvidos no processo de tornar 12 Anos de Escravidão possível.

Oscar 2014: saiba quem levou a estatueta para casa.

“Todo mundo merece não só sobreviver, mas, sim, viver. Este é o legado mais importante”, falou ele, sobre a história de Solomon Northup, autor do livro que deu origem ao longa. “Dedico este prêmio a todos que foram escravizados e às 21 milhões de pessoas que ainda encaram a escravidão.”

Oscar 2014: Lupita Nyong'o recebe a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante na primeira indicação.

Favorito do Oscar, o longa de McQueen ficou com três estatuetas nesta noite: Roteiro Adaptado, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Filme.

Com ótimas atuações, 12 Anos de Escravidão é um filme ao mesmo tempo explícito e remoto.