Pulse

Oscar 2015: favorito, o polonês Ida ganhou o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Longa dirigido por Pawel Pawlikowski superou produções como Relatos Selvagens e Leviatã

Redação Publicado em 22/02/2015, às 23h23 - Atualizado às 23h34

Ida
Reprodução/Vídeo

“O cinema é universal. Está muito além de idiomas e fronteiras”, com esse discurso, Nicole Kidman, acompanhada de Chiwetel Ejiofor, anunciou os indicados ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. Ida, de Pawel Pawlikowski, foi o vencedor.

Leia a crítica de Boyhood: Da Infância à Juventude.

O longa narra a história de Anna, uma jovem freira que vive na Polônia nos anos de 1960, está à beira de tomar seus votos quando descobre um obscuro segredo de família relacionado aos anos de ocupação Nazista. A produção polonesa superou Relatos Selvagens, Leviatã, Tangerines e Timbuktu .

Em discurso apressado, Pawlikowski ressaltou a grandiosidade do Oscar. “O filme é silencioso e em preto e branco, então, para mim, é estranho chegar aqui, no epicentro do barulho, onde as coisas acontecem”, disse.

Leia a crítica de Birdman: A Inesperada Virtude da Ignorância.

Acompanhe a cobertura da Rolling Stone Brasil ao vivo, nas nossas redes sociais: Facebook.com/RollingStoneBrasil, @RollingStoneBr e Instagram.com/RollingStoneBrasil.

A 87ª edição de entrega dos prêmios Oscar neste domingo, 22, em cerimônia realizada no Dolby Theatre, em Hollywood, em Los Angeles, com apresentação de Neil Patrick Harris. Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância), Boyhood - Da Infância à Juventude, O Grande Hotel Budapeste, O Jogo da Imitação, Selma: Uma Luta Pela Igualdade, A Teoria de Tudo, Whiplash - Em Busca da Perfeição e Sniper Americano são os concorrentes da categoria de Melhor Filme.