Pulse

Oscar 2015: ouça as cinco indicadas na categoria Melhor Canção Original

Redação Publicado em 15/01/2015, às 13h55 - Atualizado às 14h25

Oscar 2015: canções indicadas - abre
Reprodução

"Everything Is AWESOME!!!," de Tegan and Sara feat. The Lonely Island - do filme Uma Aventura Lego

Quando Tegan and Sara gravaram esse tema, um dos técnicos de áudio disse para Tegan Quin que parecia que ela estava gritando. "Eu estou!", ela respondeu, o que explica a surpresa dela quando ouviu pela primeira vez a explosão de sintetizadores que é a versão da música que toca nos créditos finais. Mas tem algo na alegria pura que transparece na voz dela e de outros cantores que fez com que essa fosse a faixa mais grudenta do cinema, no último ano. Composta parcialmente por Lonely Island (responsável pelo rap da canção) e com coprodução de Mark Mothersbaugh (Devo), a simples ebulição contida ali parece provar que, realmente, "tudo é legal quando se faz parte de um time".


"Glory," de Common e John Legend - do filme Selma

A interpretação de Common e John Legend para "Selma" retoma alguns dos momentos mais importantes do movimento pelos direitos civis, nos Estados Unidos, de Rosa Parks aos protestos contra a morte de Michael Brown em Ferguson, Missouri, no ano passado. Quando os músicos venceram na categoria Melhor Canção Original no Globo de Ouro, Common falou a respeito do poder transformador de trabalhar em um filme como esse. A trama narra a marcha de Martin Luther King, Jr. de Selma a Montgomery, no Alabama. "Quando pisei no set pela primeira vez, senti que Selma era muito mais do que um filme", disse Common.


"Grateful," de Rita Ora - do filme Além das Luzes

Talvez esta tenha sido a maior surpresa. Contudo, vale lembrar que a faixa foi escrita pela compositora Diane Warren, que já foi indicada seis vezes nessa categoria, incluindo com "I Don't Wanna Miss a Thing", do Aerosmith, "How Do I Live", de LeAnn Rimes, e "Because You Loved Me", de Celine Dion. O filme, contudo, possivelmente era desconhecido de todo o público até esta música ter sido indicada.


"I'm Not Gonna Miss You," de Glen Campbell, do documentário Glen Campbell...I'll Be Me

Essa balada devastadora de Glen Campbell é também a última música que a lenda do country lançará. A faixa, assim como I'll Be Me, detalha a batalha de Campbell contra o Mal de Alzheimer. "Você é a última pessoa que vou amar/É o último rosto do qual vou me lembrar/E o melhor de tudo/Não vou sentir sua falta", Campbell canta. Infelizmente, a doença de Campbell progrediu ao ponto de ele teve que ser internado, de forma que é bastante improvável que ele esteja presente na cerimônia.


"Lost Stars", de Adam Levine - do filme Mesmo se Nada Der Certo

Nenhuma das canções nesta lista tem um papel tão importante dentro do filme em questão quanto esta aqui. A faixa, escrita por Gregg Alexander, Danielle Brisebois, do New Radicals, Nick Lashley e Nick Southwood, é crucial para o desenvolvimento da história. "Lost Stars" também deve ajudar no quesito "levar celebridades para o palco, nas performances musicais", já que é possível que Adam Levine (Maroon 5) e Keira Knightley sejam recrutados para a apresentação, repetindo a parceria do filme.