Oscar 2017: Consultores detalham confusão na entrega do prêmio de Melhor Filme

“[Brian Cullinan] está se sentindo horrível”, a empresa PricewaterhouseCoopers disse sobre o erro do associado na entrega do envelope

Rolling Stone EUA Publicado em 28/02/2017, às 13h12 - Atualizado às 13h30

Barry Jenkins (no centro), cercado pelo elenco e equipe de Moonlight: Sob a Luz do Luar, aceitando o Oscar de Melhor Filme

Ver Galeria
(7 imagens)

A empresa de consultoria do Oscar, PricewaterhouseCooper, assumiu responsabilidade pela confusão na entrega do prêmio de Melhor Filme, na cerimônia do último domingo, 26. Eles dizem que o erro no anúncio da honraria para La La Land: Cantando Estações, no lugar de Moonlight: Sob a Luz do Luar, o verdadeiro vencedor, se deu por conta de “erro humano”.

“Nós claramente fizemos um erro e assim que o erro foi feito nós o corrigimos e assumimos a responsabilidade”, Tim Ryan, presidente da empresa nos Estados Unidos, disse à Variety. Durante a cerimônia, a equipe e elenco de La La Land: Cantando Estações já estava discursando quando produtores alertaram que o prêmio havia sido entregue erroneamente.

Desde a confusão, a culpa tem sido posta em Brian Cullinan, um associado da PricewaterhouseCoopers e uma das duas pessoas responsáveis por distribuir os envelopes com os vencedores aos apresentadores das categorias.

“[Cullinan] está se sentindo horrível. Ele está muito chateado com esse erro. Também é meu erro, nosso erro, e todos nós nos sentimos muito mal”, Ryan acrescentou.

Durante a apresentação do Oscar, ambos Cullinan e a outra associada do PricewaterhouseCoopers Martha Ruiz ficaram nos lados opostos do palco, cada um com uma caixa com os envelopes de todas as categorias, já que apresentadores entram pelos dois lados do palco.

LEIA TAMBÉM

Oscar 2017: após confusão, La La Land perde Melhor Filme para Moonlight

Oscar 2017: Homenagem “In Memoriam” mostrou foto de produtora viva

Oscar 2017: Veja como foram as apresentações da cerimônia

Por mais que detalhes exatos sobre como a confusão aconteceu não tenham sido revelados, acredita-se que Cullinan acidentalmente deu o envelope de Melhor Atriz para Warren Beatty ao invés de o de Melhor Filme; foi Ruiz que deu a Leonardo DiCaprio o envelope de Melhor Atriz quando o ator apresentou a categoria e entregou a estatueta à Emma Stone.

(Faye Dunaway, que anunciou La La Land: Cantando Estações como o vencedor de Melhor Filme, apesar da confusão aparente de Beatty com o envelope errado, disse na festa após o Oscar: “Eu realmente fiz merda”, segundo à Variety.)

De acordo com o TMZ, nos momentos anteriores ao anúncio de Melhor Filme, Cullinan postou no Twitter uma foto de Emma Stone nos bastidores após ter recebido o Oscar de Melhor Atriz, sugerindo que ele possivelmente estaria distraído na hora de dar o envelope. O tuíte e outras fotos dos bastidores foram deletadas do Twitter de Cullinan. Ele não comentou nas redes sociais desde o incidente.

Em uma declaração após o Oscar, a PricewaterhouseCoopers disse: “Nós sinceramente pedimos desculpas a Moonlight: Sob a Luz do Luar, La La Land: Cantando Estações, Warren Beatty, Faye Dunaway e aos espectadores do Oscar pelo erro que foi cometido durante o anúncio de Melhor Filme. Os apresentadores receberam o envelope da categoria errada e quando isso foi descoberto, foi imediatamente corrigido. Estamos atualmente investigando como isso aconteceu, e nos arrependemos profundamente de ter acontecido. Apreciamos a graça com a qual os indicados, a Academia, ABC e Jimmy Kimmel lidaram com a situação.”

No entanto, o presidente norte-americano Donald Trump deu outra teoria sobre o erro na entrega do prêmio de Melhor Filme em uma entrevista na última segunda, 27. “Eu acho que [o Oscar] estava tão focado em política que eles não conseguiram se organizar no final. Foi um pouco triste.”