Oscar 2021: 3 motivos para acreditar no potencial de Thomas Vinterberg, diretor de Druk - Mais uma Rodada [LISTA]

Indicado como Melhor Diretor, Vinterberg fez sucesso mundial com Festa de Família (1998)

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 08/04/2021, às 14h08

None
Thomas Vinterberg (Foto: Getty Images / Pascal Le Segretain / Equipe)

Indicado como Melhor Diretor no Oscar 2021 por Druk - Mais uma Rodada (2020), Thomas Vinterberg, de 51 anos, é um dos diretores de maior destaque (e polêmica) da atualidade. A produção também está indicado na premiação a Melhor Filme Estrangeiro.

Vinterberg nasceu em 19 de maio de 1969 em Copenhague, capital da Dinamarca, e começou a dirigir filmes em 1993, com Slaget på tasken, seu principal trabalho na faculdade de cinema. Ao longo da carreira, comandou curtas (Sneblind), videoclipes (“No Distance Left to Run,” do Blur) e longas para TV.

+++LEIA MAIS: As 5 indicações mais inesperadas ao Oscar 2021: de Druk a LaKeith Stanfield [LISTA]

Em 1995, com Lars von Trier, o diretor criou o controverso Dogma 95, movimento cinematográfico internacional com um manifesto de 10 regras com intenção de criar filmes mais realistas e menos comerciais.

Três anos depois, atingiu fama mundial ao dirigir Festa de Família (1998), considerado pela crítica especializada um dos filmes mais polêmicos dos últimos tempos. Por conta disso, teve oportunidade de comandar uma produção de Hollywood: Dogma do Amor (2003), protagonizada por Joaquin Phoenix e Claire Danes.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: Conheça Meu Pai, filme com Anthony Hopkins indicado a Melhor Filme

Em 2021, Thomas Vinterberg é um dos grandes nomes do Oscar 2021. Veja, abaixo, três motivos para acreditar no potencial dele:


Dogma 95

Goste ou não do Dogma 95, o movimento trouxe algo único e original ao cinema: filmes mais voltados à arte - não apenas para fazer montanhas de dinheiro. Tem 10 regras (polêmicas iguais aos longas), as quais abordam quesitos técnicos, de conteúdo e éticos; veja abaixo (via Wikipédia).

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 filmes para conhecer a carreira de Maria Bakalova, indicada a Melhor Atriz Coadjuvante

  1. "As filmagens devem ser feitas no local. Não podem ser usados acessórios ou cenografia (se a trama requer um acessório particular, deve-se escolher um ambiente externo onde ele se encontre)."
  2. "O som não deve jamais ser produzido separadamente da imagem ou vice-versa. (A música não poderá ser utilizada, apenas caso ressoe no local onde se filma a cena)."
  3. "A câmera deve ser usada na mão. São consentidos todos os movimentos - ou a imobilidade - devidos aos movimentos do corpo. (O filme não deve ser feito onde a câmera está colocada; as tomadas precisam se desenvolver onde o filme tem lugar)."
  4. "O filme deve ser em cores. Não se aceita nenhuma iluminação especial. (Se há pouca luz, a cena deve ser cortada, ou, então, pode-se colocar uma única lâmpada sobre a câmera)."
  5. "São proibidos truques fotográficos e filtros."
  6. "O filme não deve conter nenhuma ação 'superficial.' (Homicídios, armas, etc. não podem ocorrer)."
  7. "São vetados os deslocamentos temporais ou geográficos. (O filme ocorre na época atual)."
  8. "São inaceitáveis os filmes de gênero."
  9. "O produto final deve ser transferido para cópia em 35 mm, padrão, com formato de tela 4:3. Originalmente, o regulamento exigia que o filme deveria ser filmado em 35 mm, mas a regra foi abrandada para permitir a realização de produções de baixo orçamento."
  10. "O nome do diretor não deve figurar nos créditos."

Reconhecido em prêmios importantes

Em todos esses anos de carreira, concorreu a apenas um Oscar. Porém, recebeu nomeações ao BAFTA, International Feature Award, Festival Internacional de Cinema de Berlim, Festival de Cannes, entre outros.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: Os 7 de Chicago extrapola trama de tribunal para propor mergulho na história - e confrontar a política atual [REVIEW]

Não foi diferente com Druk - Mais uma Rodada, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e a três categorias do BAFTA: Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Roteiro e Melhor Diretor.


História de Druk

Durante a pré-produção de Druk, Thomas Vinterberg passou por uma tragédia familiar. A filha Ida, de 19 anos, morreu em um acidente de carro. A informação é do Splash.

+++LEIA MAIS: Indicados ao Oscar 2021 podem comparecer à cerimônia como trabalhadores essenciais

O filme é dedicado à filha, quem estava encantada pelo roteiro escrito pelo pai e Tobias Lindholm. "Druk vem de um lugar na minha vida no qual estávamos todos desarmados, mas também destruídos e indefesos. Então, não tínhamos como seguir, a não ser com as nossas expressões mais honestas," afirmou Vinterberg ao Splash.


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

+++ KONAI: 'ESTAMOS EM PRESSÃO CONSTANTE PARA SER O QUE NÃO É NOSSO NATURAL' | ENTREVISTA