Oscar 2021: 4 músicas para conhecer Laura Pausini, indicada por 'Lo Si'

Cantora concorre na categoria de Melhor Canção Original com a música tema do filme original Netflix, La vita davanti a sé (The Life Ahead)

Isabela Guiduci Publicado em 11/04/2021, às 14h00

None
Laura Pausini (Foto: Divulgação)

Laura Pausini, icônica cantora e compositora italiana, foi indicada ao Oscar 2021. A artista concorre na categoria Melhor Canção Original pela emocionante "Io Si", tema original do filme da Netflix La Vita Davanti A Sé(The Life Ahead, título em inglês). 

"Io Si" é uma canção repleta de significados, com forte sentimentalidade e uma poderosa mensagem sobre tolerância e diversidade. A faixa é composta for Diane Warren, Niccolá Agliardi e Laura Pausini, que interpreta magistralmente a música - e transborda emoções. 

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: Os 7 de Chicago extrapola trama de tribunal para propor mergulho na história - e confrontar a política atual [REVIEW]

Com a faixa, a cantora ganhou o primeiro Globo de Ouro da carreira e o Hollywood Music In Media Awards (HMMA), além de ser um forte nome para a categoria Melhor Canção Original no Oscar 2021.

Pausini começou a carreira ainda jovem e lançou o álbum homônimo, primeiro da discografia, em abril de 1993. Com uma voz potente e magnífica, não demorou para a cantora ficar muito conhecida internacionalmente. 

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: Por que prestar atenção na trilha sonora de Minari?

Logo de cara, a artista foi um sucesso na Itália e nos meses seguintes, tornou-se reconhecida mundialmente, com mais de dois milhões de cópias vendidas em todo o mundo. Após o estouro nos anos 1990, seguiu construindo uma carreira sólida, com discos aclamados pela crítica e uma lista grandiosa de prêmios, incluindo Grammy.

Curiosamente, a compositora é muito querida pelos brasileiros, e já participou algumas vezes de programas nacionais, com destaque para o Altas Horas. Em dezembro de 2020, inclusive, em uma participação no programa de Serginho Groisman, a artista apresentou a faixa "Lo Si".  

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: Com elementos da cultura pop, Promising Young Woman mostra a realidade por trás do machismo estrutural [REVIEW]

No auge dos 46 anos, Laura Pausini só reforça o talento impressionante com a música tema de The Life Ahead. Ao longo da carreira, diversas músicas da cantora foram hits internacionais como "En Cambio No", "Víveme", "Entre Tu Y Mil Mares" e muitos outros.

Para entrar no clima do Oscar 2021 e conhecer - ou relembrar - a discografia da artista, listamos 4 canções incríveis da carreira de Laura Pausini:

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 discos para conhecer Leslie Odom Jr., indicado a Melhor Canção Original [LISTA]

"Amores Extraños"

Com mais de 59 milhões de streams no Spotify e mais de 62 milhões de visualizações no clipe do YouTube, "Amores Extraños" é um dos principais singles da carreira da cantora. 

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 5 filmes para conhecer Sacha Baron Cohen, indicado a Melhor Ator Coadjuvante por Os 7 de Chicago [LISTA]


"En Cambio No"

En Cambio No" é a terceira música mais ouvida de Pausini no Spotify atualmente enquanto o clipe da canção conta com mais de 133 milhões de visualizações do YouTube.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: Conheça Meu Pai, filme com Anthony Hopkins indicado a Melhor Filme


"Víveme"

Os sucessos não param e os números mostram isso. "Víveme" soma mais de 100 milhões de visualizações no clipe do YouTube, além de ser a segunda canção mais ouvida do Spotify da cantora.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: Com grandes atuações, Judas e o Messias Negro relembra crueldade humana para evitar a repetição da história [REVIEW]


"Entre Tu Y Mil Mares"

Outra incrível canção de Laura Pausini, "Entre Tu Y Mil Mares" também é um sucesso internacional, com mais de 80 milhões de visualizações no YouTube.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: O anseio pelo sentido do existir em O Som do Silêncio [REVIEW]


"Lo Si"

E, caso não conheça, não deixe de ouvir "Lo Si", música tema de The Life Ahead indicada ao Oscar 2021.

+++ LEIA MAIS: Todos os indicados a Melhor Filme do Oscar 2021, do pior ao melhor: de Nomadland a Os 7 de Chicago [LISTA]


+++ LAGUM | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL


+++SAIBA MAIS: 7 curiosidades sobre Heath Ledger: nome, caracterização do Coringa, melhor amigo e mais [LISTA]

Apesar de ter vivido apenas 28 anos, Heathcliff Ledger (mais conhecido por Heath) marcou o cinema com papéis como Patrick Verona em 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999) e Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath nasceu em Perth, Austrália, em 4 de abril de 1979. Neste domingo, completaria 42 anos. Confira sete curiosidades sobre o ator: da origem de nome a quem era o melhor amigo. 

+++LEIA MAIS: Além de Coringa: 4 papéis icônicos de Heath Ledger [LISTA]

Nome

O nome do ator, Heathcliff, foi inspirado em um personagem de O Morro dos Ventos Uivantes (1847), de Emily Brontë, livro preferido da mãe dele, Sally Ledger. Do mesmo romance, Sally tirou o nome de outra filha, Katherine. 


Primeiras experiências

Heath estudou na Guildford Grammar School, escola só para meninos, onde teve a primeira experiência como ator. Aos 10 anos, participou de uma montagem da peça Peter Pan.

+++LEIA MAIS: Warner queria a origem do Coringa de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas; o que aconteceu?

Como ator profissional, um dos primeiros papéis da carreira foi em Home And Away (1988), espécie de novela teen a qual lançou várias estrelas australianas. Interpretou Scott por apenas 10 episódios e, apesar de ter feito muito sucesso, recusou propostas dos produtores para continuar.


Inspiração

Durante os anos de escola militar, Heath coreografou e dirigiu um grupo de 60 colegas para uma competição. Foi a primeira equipe masculina a disputar, e saíram vitoriosos. O ator comparou a apresentação ao estilo de Gene Kelly, de Cantando na Chuva (1952) e revelou como o dançarino era seu maior ídolo no cinema.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger apanhou de verdade em uma das cenas mais violentas de Batman: O Cavaleiro das Trevas


Xadrez

Heath era um adorador de xadrez e jogava desde pequeno. Aos 10 anos, ganhou o campeonato júnior da Austrália Ocidental. Quando adulto, continuou o hábito e jogava frequentemente no Washington Square Park em Nova York (EUA). 


Gambito da Rainha

A partir do amor pelo xadrez, em 2008, anunciou planos de iniciar filmagens da adaptação do livro O Gambito da Rainha (1983). Teria sido a estreia de Heath como diretor de cinema. 12 anos depois, o romance foi adaptado para uma produção da Netflix e foi a série mais assistida de 2020, segundo JustWatch.


Jake Gyllenhaal

Colegas de elenco em O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Heath e Jake Gyllenhaal se tornaram grandes amigos. O ator é, inclusive, padrinho da única filha de Ledger, Matilda.


Coringa

O vilão de O Cavaleiro das Trevas (2008) foi o papel de maior reconhecimento de Heath. Com ele, ganhou o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante em 2009. Nas filmagens, projetou sozinho a composição do personagem. Segundo Heath, se Coringa fosse real, faria a própria caracterização.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger recusou o papel de Batman antes de ser eternizado como Coringa de Nolan: 'Nunca vou participar de um filme de super-herói'

Foi à farmácia, comprou maquiagem e aplicou-a sozinho. Depois, a equipe de maquiagem apenas replicava o visual criado por ele.