Oscar 2021 anuncia eventos especiais com performances de indicados; confira

Com apresentações musicais e entrevistas, a premiação realizará eventos pré e pós-cerimônia

Redação Publicado em 19/04/2021, às 09h22

None
Estatueta do Oscar (Foto: Andrew H. Walker / Getty Images)

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou dois eventos especiais para acompanhar a 93ª edição do Oscar, que acontecerá no dia 25 de abril, no Dolby Theater e Union Station, em Los Angeles, e outras regiões ao redor do mundo. (Via Omelete)

“Nós criamos algumas ações pré e pós-jogo sérias para aprimorar nosso evento principal. Nossa sugestão é apenas sintonizar a coisa toda, caso contrário, você perderá algo realmente inesperado e divertido," disseram os produtores Jesse Collins, Stacey Sher e Steven Soderbergh em um comunicado oficial.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: A Caminho da Lua segue narrativa previsível, mas encanta com visual radiante [REVIEW]

Com 90 minutos de duração, o Oscars: Into the Spotlight é um evento pré-cerimônia que contará com a performances dos indicados na categoria Melhor Canção Original: Celeste, H.E.R., Leslie Odom Jr., Laura Pausini, Daniel Pemberton, Molly Sandén e Diane Warren.

Quatro apresentações serão filmadas em Los Angeles, enquanto uma será registrada em Húsavik, na Islândia. Além disso, o evento vai relembrar a trajetória dos indicados e mostrará prévias da cerimônia principal. De acordo com o Omelete, o evento será exibido a partir das 19h30 do dia 25 de abril.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: Na fronteira com documentário, Nomadland faz um retrato multifacetado da vida na estrada [REVIEW]

Após revelar os grandes vencedores da noite, o Oscars: After Dark, apresentado por Colman Domingo (Zola) e Andrew Rannells (The Prom), mostrará entrevistas com artistas e recapitulará momentos de destaque da premiação.


+++ HAIKAISS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL

+++ MAIS SOBRE OSCAR 2021: 4 filmes e séries para conhecer a carreira de Steven Yeun, estrela de Minari

Há 10 anos, Steven Yeun via a carreira dele decolar em Hollywood. Aos 28 anos, o ator ganhava destaque e se tornava uma figura querida pelos fãs com o papel de Glenn Rhee na série The Walking Dead (2010).

Mas, antes do início da ascensão profissional, Yeun precisou correr contra o tempo. Filho de pais coreanos, ele inicialmente seguiu o plano da família para se tornar médico e se formou em psicologia, com especialização em neurociência, na universidade Kalamazoo, nos Estados Unidos, onde viveu desde aproximadamente os quatro anos.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: Na fronteira com documentário, Nomadland faz um retrato multifacetado da vida na estrada [REVIEW]

Apesar de não gostarem da ideia do filho se tornar ator, os pais de Yeun deram dois anos para ele conseguir se estabelecer no ramo artístico. Então, Yeun se mudou para Chicago e trabalhou com Jordan Klepper, com quem teve contato na universidade.

Mais tarde, Yeun se mudou para Los Angeles, onde participou de comerciais, fez um teste para um piloto da ABC e conseguiu um pequeno papel em The Big Bang Theory (2007), o qual antecedeu a estreia dele em The Walking Dead. Tudo isso em apenas seis meses, de acordo com o relato do próprio ator para a Interview Magazine.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: O anseio pelo sentido do existir em O Som do Silêncio [REVIEW]

Desde então, Yeun apareceu em diversas séries, como Law & Order: LA (2010) e A Lenda de Korra (2012). E, nos cinemas, ele atuou com cineastas renomados, como Bong Joon-ho e Lee Isaac Chung, que dirigiu Minari (2020).

Com a performance de Jacob Yi, um pai de família que faz uma aposta arriscada para tentar construir não só uma fazenda, mas deixar uma herança para a família nos Estados Unidos, Yeun recebeu indicações no SAG Awards, Critics' Choice Awards e Oscar.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: Por que prestar atenção na trilha sonora de Relatos do Mundo?

Aos 37 anos, Yeun fez história como o primeiro artista asiático-americano a ser indicado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas na categoria Melhor Ator. Pensando nisso, a Rolling Stone Brasil listou quatro produções para conhecer a carreira do ator e entrar no clima da 93ª cerimônia do Oscar. Confira:

The Walking Dead (2010)

Como dito anteriormente, Yeun deu vida a Glenn Rhee em The Walking Dead, um dos sobreviventes que se destaca na luta contra os antagonistas. Yeun deixou a série na sétima temporada após o personagem dele ser morto.

+++LEIA MAIS: Yuh-Jung Youn, de Minari, brinca com fama de 'esnobe' dos britânicos no BAFTA 2021; entenda


Okja (2017)

Dirigido por Bong Joon-ho, Okja conta a história de uma garota que embarca em uma série de aventuras para salvar seu super porco de estimação, com o qual conviveu desde a infância. No longa-metragem, Yeun interpreta um ativista chamado K.


Em Chamas (2018)

Neste filme de Lee Chang-dong, Yeun vive um homem misterioso que se envolve com a jovem Hae-mi e causa uma estranha sensação no amigo dela, Jong-soo, que passa a suspeitar cada vez mais dele.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 filmes para conhecer a carreira de Yuh-Jung Youn, indicada por Minari [LISTA]


The Twilight Zone (2019)

The Twilight Zone é uma série desenvolvida e narrada por Jordan Peele, na qual cada episódio explora uma história diferente. No quarto capítulo, Yeun interpreta um viajante misterioso que se torna cada vez mais suspeito durante uma festa de Natal.