Oscar 2021: Os 7 de Chicago quase foi um musical

Diretor Aaron Sorkin revelou que considerou levar a produção para os palcos

Marina Sakai | @marinasakai_ (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 18/03/2021, às 17h46

None
Os 7 de Chicago (Foto: Divulgação/IMDb)

Aaron Sorkin conseguiu a quarta indicação ao Oscar por Os 7 de Chicago (2020). Apesar do longa ser um drama, o diretor considerou transformá-lo em um musical, como revelou em entrevista à Variety.

A ideia para o filme nasceu há 15 anos, com Steven Spielberg, e passou por alguns diretores até terminar em Sorkin. Elementos como dramaticidade do enredo, contexto de tribunal da produção e monólogos de impacto dos personagens aproximam o longa do estilo dos musicais. Não seria difícil imaginar uma cena musical com todos os personagens juntos em um coro.

+++LEIA MAIS: Oscar 2021: 7 motivos para assistir Os 7 de Chicago [LISTA]

“Perguntei para a DreamWorks se poderia passar um ano escrevendo uma peça de teatro para ‘Chicago.’ Eles me deram permissão e eu tive muita dificuldade. Mas, eu sabia: com o compositor e liricista certos, pode ser um ótimo musical,” disse Sorkin.

O filme concorre a seis estatuetas na premiação, incluindo Melhor Filme e Melhor Roteiro Original. Conta a história de oito ativistas em julgamento por incitar uma rebelião em 1968, nos Estados Unidos e conta com um elenco de peso, incluindo Eddie Redmayne, Sacha Baron Cohen e Joseph Gordon-Levitt.

+++LEIA MAIS: O que é verdade (e o que é ficção) em Os 7 de Chicago [LISTA]


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL