Ozzy Osbourne processa Tony Iommi

Guitarrista teria se apropriado indevidamente da marca registrada "Black Sabbath"

Da redação Publicado em 29/05/2009, às 14h18

Ozzy Osbourne abriu um processo contra o ex-companheiro do Black Sabbath, o guitarrista Tony Iommi. Os advogados do líder do grupo de heavy metal entre 1968 e 1979 entraram com uma ação no U.S. Parent and Trademark Office - equivalente ao nosso Instituto Nacional de Propriedade Intelectual, órgão governamental encarregado de lidar com patentes e direitos autorais. Osbourne alega que Iommi teria se apropriado, sozinho, de todos os direitos sobre a marca registrada "Black Sabbath".

De acordo com o jornal The New York Post, Osbourne quer 50% dos lucros em cima de produtos lançados sob o nome da banda. No processo, defende-se que o reclamante foi mola decisiva para impulsionar o "extraordinário sucesso" da banda, com "seus vocais únicos". Além disso, a popularidade do músico afetou os rendimentos da banda durante a tomada do posto de vocalista por Ronnie James Dio, em intervalos entre os anos 1980 e 1990, e na segunda encarnação do Black Sabbath, a Heaven and Hell, que neste mês passou pelo Brasil.

Não faz nem um ano que Iommi, agora alvo na justiça, entrou com um processo contra a Live Nation. A produtora internacional de shows, segundo o músico, teria usado a marca da banda britânica na venda de produtos - o contrato de merchandising entre as duas partes, estimado em quase US$ 80 milhões, expirou em 2006. Mesmo após ordens judiciais enviadas pelos advogados de Iommi, uma subsidiária da Live Nation (Signatures Network, adquirida em 2007 pela companhia) vendeu ilegalmente merchandise usando imagens da banda. A Live Nation teria insistido em vender mais de 100 itens ligados ao nome da banda, como joias, pôsteres e roupas.

Em entrevista à revista norte-americana Decibel, Iommi e o baixista Geezer Butler (ex-Black Sabbath e atual Heaven and Hell) declararam que Dio era uma pessoa bem mais fácil de se conviver do que Osbourne. "Ronnie é uma compositor de direito - ele tem uma penca de ideias", Butler aproveitou para louvar a qualidade do músico, que teve de lidar com a sombra de Ozzy durante boa parte da carreira. "Enquanto isso, Ozzy... nos velhos tempos, ele viria com uma linha vocal e eu escreveria as letras. Ronnie é 100% envolvido tanto no lado musical como vocal, e ele escreve as próprias letras."

Tema de documentário Wreckage of My Past, ainda inédito, Osbourne estará no novo disco do Black Sabbath - nada de inéditas, claro, mas sim o The Very Best of, a ser lançado em 15 de junho.