Ozzy Osbourne realmente bebeu a própria urina, como mostrado no filme do Motley Crue?

O filme biográfico da banda está disponível na Netflix

Redação Publicado em 25/03/2019, às 12h00 - Atualizado às 12h21

None
Ozzy Osbourne (Foto:Steve C. Mitchell/AP)

Estreado na Netflix na última sexta-feira, 22, o filme biográfico do Motley Crue, The Dirt, apresenta o jovem Ozzy Osbourne (interpretado por Tony Cavalero) em uma memorável aparição de 1984, em que o Príncipe das Trevas tocou com a banda em Los Angeles. 

Em um dia, todos estavam na piscina do hotel,  no intervalo entre os shows, e Osbourne fez um discurso motivacional para os meninos sobre a seriedade de estarem em uma turnê e dicas sobre o perigo das drogas e o sexo desprotegido.

E então, ele tira um canudinho, ajoelha-se no chão e cheira uma fila de formigas. Depois, ele urina no chão e lambe, desafiando o baixista do Crue, Nikki Sixx (interpretado por Douglas Booth), a fazer o mesmo.

Na vida real, Osbourne não é estranho às experiências desagradáveis. Em 1982, ele ficou famoso por enfiar um morcego na boca e dar uma mordida ao vivo no palco.

Ele também mordeu a cabeça de duas pombas, não durante um show, mas durante um encontro com os executivos da CBS Records, em 1981, porque ele estava bêbado e irritado com um dos publicitários da gravadora. Cheirar formigas, em teoria, se assemelha com esse comportamento.

Mas essa história é verdade? De acordo com o The Dirt, a autobiografia do Motley Crue, de 2001, em que o filme é baseado, a resposta é sim.

O filme basicamente reproduz o que está escrito no livro, inclusive os diálogos. O prefácio é escrito por Sixx, e ele conta sobre o quão importante foi Osbourne na história da banda.

O Príncipe das Trevas serviu como exemplo para todas as loucuras que os integrantes da banda fariam no auge da fama. ''Achamos que tínhamos elevado o comportamento a uma forma de fazer arte'', conta Sixx em um dos primeiros capítulos do livro. ''Mas então nós conhecemos Ozzy'', e ele conta que essa turnê foi o ponto de partida que colocou toda a banda em intensa energia. 

Mas então, o que exatamente aconteceu quando a banda e Osbourne estavam na piscina em uma parada da turnê na Flórida? Como o livro conta, Osbourne pediu aos integrantes do Crue por um pouco de cocaína. Quando Sixx disse que não tinha, Osbourne pediu um canudinho. No livro, Sixx conta:

''Entreguei o canudo e ele caminhou até uma fresta na calçada e se inclinou. Eu vi uma longa fila de formigas, marchando para um pequeno formigueiro. E eu pensei: "Não, ele não faria isso", e ele fez. Ozzy colocou o canudo no nariz e mandou toda a fila de formigas fazendo cócegas no nariz dele.''

Sixx segue a narrativa: "Ozzy, então, levantou o seu vestido e mijou na calçada. Sem sequer se importar para quem estava olhando - todos da turnê estavam observando-o, enquanto as mulheres idosas e as famílias no deque da piscina fingiram que não viram ele fazer isso.

"Ozzy se ajoelhou e lambeu o chão. Ele não apenas encostou a língua, ele fez meia dúzia de prolongados e completos movimentos, como um gato. Então ele se levantou e, com os olhos brilhando e a boca molhada de urina, olhou diretamente para mim e disse: 'Faça isso, Sixx!'

Em algumas entrevistas, Osbourne alegou que não lembra desse acontecimento em específico:"Não tenho absolutamente nenhuma lembrança de fazer isso", ele disse.

No final, é a palavra de Osbourne contra o Sixx. Até hoje a banda afirma que isso realmente aconteceu. A Page Six perguntou recentemente para Sixx se a história era verdadeira, e ele reconfirmou alegremente: “Claro. Nós éramos uma banda jovem e selvagem e Ozzy meio que nos colocou de baixo de sua asa. Pensamos que poderíamos competir com isso, mas você não pode com o Ozzy. Ele ganhou."

Algoritmo da Vida: novo projeto da Rolling Stone Brasil busca sintomas de depressão mas redes sociais para prevenção do suicídio: