Ozzy Osbourne tem uma história ainda mais nojenta com Motley Crue

Cena ainda mais escatológica não entrou na cinebiografia da banda, The Dirt

Redação Publicado em 28/03/2019, às 09h21

None
Ozzy Osbourne (Foto:Steve C. Mitchell/AP)

Com o lançamento da cinebiografia The Dirt, o Motley Crue entrou em uma onda de resgatar memórias intensas (e até chocantes) dos seus quase 40 anos de estrada.

Em uma entrevista recente à estação de rádio SiriusXM, Tommy Lee lembrou de outro momento inusitado e no mínimo perturbador protagonizado por Ozzy Osbourne: o vocalista do Black Sabbath defecou no chão do quarto do hotel, e pintou as paredes do cômodo com a própria merda.

"Ele pegou tudo e começou a fazer arte nas paredes!", contou o baterista. E essa foi a última coisa que viu antes de perceber que já estava na hora de se recolher no seu quarto e encerrar as loucuras do dia.

O relato veio poucos dias após a estreia do filme biográfico, produzido pela Netflix, no qual a banda conta do dia em que todos estavam na piscina do hotel,  no intervalo entre os shows, e Osbourne aproveitou o momento de calmaria para fazer um discurso motivacional para os meninos, sobre a seriedade de estar em uma turnê e dicas sobre o perigo das drogas e o sexo desprotegido.

E então, como se nada tivesse dito, ele tira um canudinho, ajoelha no chão e cheira uma fila de formigas. Depois, urina no chão, lambe e desafia o baixista do Crue, Nikki Sixx (interpretado por Douglas Booth), a fazer o mesmo.

Assista abaixo a uma entrevista em que Tomy Lee relembra o episódio.