Pabllo Vittar é a drag queen com mais visualizações em clipe original no YouTube

“Todo Dia” supera o número de acessos de “Sissy That Walk”, de RuPaul

Gabriel Nunes Publicado em 24/03/2017, às 17h47 - Atualizado às 21h20

A drag queen maranhense Pabllo Vittar
Marlon Brambilla

“Não espero o carnaval pra ser vadia/ Sou todo dia, sou todo dia”. Os versos iniciais da faixa “Todo Dia”, da cantora Pabllo Vittar, embalaram ao redor do país as celebrações carnavalescas de 2017. Não à toa, o vídeo da canção – que integra Vai Passar Mal, “primeiro filhinho autoral” da maranhense, conforme ela declara à Rolling Stone Brasil – chegou à marca de 8.7 milhões de visualizações nesta sexta-feira, 24.

Dessa forma, Pabllo se torna a drag queen com mais acessos em um videoclipe no YouTube, superando inclusive a norte-americana RuPaul. Embora a drag queen Willam Belli tenha 21.5 milhões de visualizações pelo vídeo “Boy Is a Bottom”, o clipe é uma paródia da música “Girl on Fire”, faixa-título do disco de 2012 da cantora Alicia Keys.

“Foi um processo bastante minucioso”, diz a cantora sobre a feitura do debute, o qual foi gravado entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, e lançado no dia 12 de janeiro. Com pouco mais de uma semana após a divulgação, nove das 10 canções que o integram constavam na lista das 50 mais tocadas do Spotify. Além disso, nesse período de sete dias, o LP já era o terceiro mais baixado do iTunes. “Demorou quase um ano pra gente juntar todas as referências que tínhamos em mente e dar o tom certo para o álbum.”

Antes de emplacar Vai Passar Mal, Pabllo gravou uma versão de “Lean On”, hit do Major Lazer que traz a voz da dinamarquesa MØ. Intitulada “Open Bar”, a canção chamou atenção do produtor norte-americano Diplo, um dos integrantes do grupo ao lado de Walshy Fire, The Jillionaire e DJ Snake. “Foi um lance natural, ele nunca escondeu que gostou da minha versão”, relembra a cantora, cujo disco teve a faixa “Então Vai” produzida por ele. “Sou muito fã de tudo o que ele produz e também sou apaixonada pelo som dele. Ainda tem muito mais coisa com ele pra vir daqui pra frente", revela.

Além de Diplo, o disco traz colaborações de Lia Clark, Rodrigo Gorky e Laura Taylor (ambos do Bonde do Rolê), e também de Rico Dalasam, que participa da faixa “Todo Dia”. Para a maranhense radicada em Minas Gerais, as parcerias foram necessárias uma vez que ela queria ter “os amigos por perto no primeiro trabalho da carreira”. “Justamente por ser minha estreia eu queria ter meus amigos comigo, queria todo mundo reunido que contribuiu para o disco acontecer.”

Veja abaixo o clipe de “Todo Dia”.