Escola católica bane livros de Harry Potter por "risco de invocar espíritos malignos"

Segundo Dan Reehil, a decisão foi recomendada por exorcistas de Roma e dos Estados Unidos

Redação Publicado em 02/09/2019, às 10h05

None
Daniel Radcliffe como Harry Potter (Foto: Reprodução)

Uma escola católica no estado norte-americano do Tennessee tomou recentemente a decisão de retirar todos os livros da saga Harry Potter da biblioteca, por supostamente conterem feitiços reais que trazem "risco de invocar espíritos malignos".

O reverendo Dan Reehil, pastor na St. Edward School, localizada na cidade de Nashville, enviou um email para os pais dos alunos, no qual explica o motivo de nenhuma das sete obras escritas por J.K. Rowling estarem mais disponíveis para leitura. Leia um trecho abaixo.

+++Leia mais: Parabéns, Harry Potter: Como é a vida do bruxo aos 39 anos?

"Esses livros apresentam a magia tanto como algo a ser usado tanto para o bem quanto para o mau, e isso não é verdade, é apenas uma mentira bem elaborada", escreveu.

E continuou em seguida o esclarecimento: "As maldições e os feitiços usados no livro são maldições e feitiços de verdade. Quando lidos por seres humanos, podem invocar espíritos malignos para o leitor."

Além disso, antes de tomar tal decisão, o pastor também diz ter consultado exorcistas em Roma e nos Estados Unidos, que recomendaram a retirada dos livros da biblioteca da escola.

+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu