Pai de Britney Spears desviou R$ 2,8 milhões da fortuna da cantora; entenda

Segundo apuração de site, Jamie Spears desviou essa verba para 'gastos com mídia'

Redação Publicado em 06/08/2021, às 08h53

None
Brtiney Spears em 2015 (Foto: David Becker/Getty Images)

O novo advogado de Britney Spears, Matthew Rosengart, apresentou documentos legais com informações polêmicas sobre a tutela da cantora, controlada pelo pai dela, Jamie Spears. Segundo informações do TMZ, o co-tutor desviou R$ 2,8 milhões com intuito de "gastos com mídia."

No entanto, o site não especificou quais os gastos exatos com mídia, mas deve contar com assessoria de imprensa e veiculação de informações que favoreciam Jamie Spears. "Houve uma evidente dissipação de ativos dos bens da Srta. Spears. E essa dissipação ainda acontece," afirmou Rosengart.

+++LEIA MAIS: Britney Spears anuncia afastamento dos palcos enquanto durar tutela: 'Matou meus sonhos'

O advogado também explicou como o pai da cantora é uma ameaça à saúde financeira da estrela. Teria gastado cerca de US$ 1,3 milhão - pertencentes a Britney Spears - entre outubro de 2020 e junho de 2021. Além disso, o representante legal da cantora entrou com um pedido na Justiça pedindo para a audiência sobre a remoção de Jamie Spears da tutela aconteça ainda em agosto de 2021.

A audiência foi marcada para setembro, mas Matthew Rosengart afirma como o caso é urgente. Jodi Montgomery, co-tutora de Britney, também apoia a remoção de Jamie da tutela da filha: "Tenho conversas contínuas com a equipe médica e todos concordamos como seria melhor para o bem-estar e saúde mental de Britney Spears que o pai parasse de atuar como tutor."

+++LEIA MAIS: Tutela de Britney Spears é 'realmente horrível', diz Billie Eilish


+++ FIUK: 'TENHO ROCK NA VEIA DESDE CRIANÇA' | ENTREVISTA | RS