Pai de Taylor Swift briga com ladrão que invadiu a casa dele

Criminoso furou sistema de segurança do apartamento de Scott Swift em janeiro de 2020

Redação Publicado em 19/02/2020, às 07h30

None
Scott Kingsley Swift

Pai de Taylor Swift, Scott Swift, precisou lutar com criminoso que invadiu a cobertura em que mora. O apartamento de US$ 4 milhões (equivalente a R$ 17,3 milhões) em São Petersburgo, na Flórida, teve o sistema de segurança corrompido pelo ladão em janeiro de 2020, segundo informações da polícia divulgadas ao jornal Campa Bay Times.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish, Taylor Swift e Guns N'Roses: Guia de shows internacionais no Brasil em 2020

Terrance Hoover, de 30 anos, conseguiu burlar o sistema de segurança da casa do pai da popstar e passar pela entrada. Depois, o criminoso correu pela garagem e subiu até o 13º andar, onde Scott Swift mora. Taylor não mora com o pai.

Scott Swift, de 67 anos, lutou com Hoover quando o viu dentro do apartamento. Depois, o criminoso fugiu e ficou 15 dias desaparecido até ser encontrado na última semana. O ladrão foi preso sob acusação de roubo.

+++LEIA MAIS: Crítica tem opiniões polêmicas sobre 'Miss Americana', de Taylor Swift: 'Não escapa da bolha de popstar'

Terrance Hoover tem um longo histórico de infrações e prisões, incluindo violência doméstica por estrangulamento, sequestro, roubo, agressão com arma mortal, lesão corporal e cárcere privado. Para conseguir sair da cadeia, o ladrão precisará pagar fiança de US$ 50 mil (R$ 217 mil).


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA