Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Airbnb

Pântano do Shrek estará disponível para receber hóspedes pelo Airbnb

Estadia de duas noites no Pântano do Shrek será oferecida gratuitamente; residentes no Brasil, no entanto, não são elegíveis

Redação Publicado em 27/09/2023, às 11h33

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pântano do Shrek (Foto: Reprodução/Airbnb)
Pântano do Shrek (Foto: Reprodução/Airbnb)

O Airbnb divulgou nesta terça-feira, 26, que a casa no pântano de Shrek receberá hóspedes em uma estadia de duas noites, entre 27 e 29 de outubro, "por £0 libras esterlinas". Quem conseguir fazer a reserva terá que arcar com os custos de ida e volta à Escócia. Residentes no Brasil, no entanto, não são elegíveis. 

+++LEIA MAIS: Shrek 5 está em desenvolvimento e pode ter elenco original

A locação, que fica na Escócia, receberá até três pessoas, e a reserva será aberta a partir do dia 13 de outubro, sexta-feira. O anfitrião é ninguém mais, ninguém menos, que o Burro:

Sabe o que gosto nele [pântano]? Tudo. O paisagismo selvagem, os interiores modestos, as belas rochas, tudo isso. Mal posso esperar para os hóspedes experimentarem este pedaço lamacento do paraíso por si mesmos.

"Localizado nas colinas das Terras Altas da Escócia, o Pântano do Shrek é um refúgio isolado e atarracado, digno de um ogro em busca de solidão... e, pela primeira vez, de uma parte de seus maiores fãs, graças a você. Estou sentado no pântano enquanto Shrek está fora neste Halloween e estou absolutamente encantado em convidar você para uma estadia de conto de fadas. Ah, e não ligue para os sinais de 'CUIDADO'. Provavelmente são para decoração", diz descrição em inglês, formulada por Burro.

Ainda que a hospedagem esteja sendo oferecida de modo gratuito, a empresa se comprometeu a fazer uma doação ao HopScotch Children’s Charity, "que oferece pausas revigorantes e viagens de férias dinâmicas para crianças em situação de vulnerabilidade na Escócia".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!