Para Kanye West, R$300 milhões de imposto de renda foi presente de Deus

O rapper revelou ter ganhado mais dinheiro depois que começou a servir a Cristo

Redação Publicado em 29/10/2019, às 16h03

None
Kanye West no Coachella (Foto: Amy Harris/Invision/AP)

Kanye West lançou o discoJesus is King, na última sexta, 25 de outubro. Durante uma entrevista para James Corden, no Airpool Karaoke - uma versão de Carpool Karaoke -, nesta terça, 29, o rapper comentou que Deus tem "usado ele para mostrar o poder divino".

"Deus está me usando para mostrar seu poder. No ano passado eu faturei 115 milhões de dólares e ainda terminei o período com 35 milhões de prejuízo. Esse ano eu fui olhar e ganhei 68 milhões de dólares [equivalente a R$300 milhões] na restituição do imposto de renda", comentou o músico.

+++LEIA MAIS: Igreja Satânica provoca Kanye West por lançar o gospel Jesus is King: “Satã que deixou ele famoso”

Ele completou: "As pessoas precisam ouvir de alguém que foi colocado em débito pelo sistema falando desses números agora que está a serviço de Cristo."

O site Consequence of Sound pontuou que, na verdade, West se beneficiou das novas regras de imposto de renda sancionadas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Segundo o novo programa, as pessoas com grandes fortunas são beneficiadas.

Além disso, o rapper já disse algumas vezes que se considera "um amigo" do presidente. A afirmação causou muita polêmica.

+++ LEIA MAIS: Fã grava Kanye West comendo própria cera de ouvido; assista

No início do mês de outubro, Kanye West reafirmou o apoio para o presidente norte-americano Donald Trump em mais uma edição do Sunday Service -sessão de show gospel realizada pelo rapper.

O músico se dirigiu ao público durante o evento e discursou sobre as decisões políticas: "Eu nunca tomei uma decisão com base na minha cor. Essa é uma forma de escravidão, escravidão mental", disse Kanye West.