Para Ozzy Osbourne, os integrantes do Black Sabbath estão velhos demais para gravar disco

Com despedida anunciada, lendária banda desistiu de lançar um derradeiro registro

Redação Publicado em 02/11/2015, às 09h41 - Atualizado às 10h26

Ozzy Osbourne deixa o público brasileiro de joelhos durante show no festival Monsters of Rock 2015.

Ver Galeria
(10 imagens)

Dias após o anúncio sobre a desistência em lançar um álbum de despedida, o Black Sabbath, através de seu vocalista, Ozzy Osbourne, explicou os motivos que levaram a banda a tomar tal decisão. Segundo o músico, os integrantes do lendário grupo de heavy metal estão velhos demais para escrever um disco e trabalhar em estúdio.

Relembre: Black Sabbath mostra poder de fogo diante de 70 mil pessoas em São Paulo.

Em 2014, Osbourne havia declarado que o grupo estava disposto a produzir “mais um álbum”, o sucessor de 13 (2013). O disco também teria a colaboração do produtor Rick Rubin. Agora, ao que tudo indica, os integrantes do Black Sabbath repensaram a proposta e decidiram desistir da ideia.

Monsters of Rock 2015: Ozzy Osbourne deixa o público brasileiro de joelhos no Anhembi.

A turnê de despedida do grupo, no entanto, segue confirmada. “Não estou dizendo que não vou subir em um palco com Geezer ou Tony mais uma vez. Apenas não vamos mais trabalhar em estúdio. Estamos velhos demais para isso. Eu vou seguir com as minhas próprias coisas”, disse o vocalista ao site Digital Spy.

Exclusivo: Ozzy Osbourne e Geezer Butler falam sobre o retorno do Black Sabbath na capa da Rolling Stone Brasil.

“Nós íamos produzir mais um álbum antes da turnê, mas demoraríamos uns três ou quatro anos para escrever e gravar tudo. Até lá terei 72 ou 73 anos, por isso optamos em fazer apenas a excursão”, explicou Ozzy.

Os veteranos sairão em uma turnê de despedida a partir de 20 de janeiro de 2016. A agenda, que inclui compromissos até setembro, por enquanto contempla apenas América do Norte, Europa, Austrália e Oceania. Mas o Brasil, local por onde os veteranos passaram em 2013, ainda pode entrar no radar.