Pulse

Para Paul McCartney, o Brexit foi "provavelmente um erro"

Ainda, o músico revelou não ter votado no referendo em 2016

Redação Publicado em 20/09/2019, às 17h40

None
Paul McCartney (Foto: Tim Sharp / AP)

Paul McCartney disse que o referendo do Brexit foi provavelmente um erro e a saída do Reino Unido da União Europeia "uma bagunça", durante uma entrevista ao BBC2’s.

O músico revelou não ter votado em 2016 por não encontrar "uma pessoa dizendo algo sensato o suficiente" para convencê-lo a votar. Sobre a votação, também afirmou: "Eu voto por quem eu acredito, nesse caso, não existe ninguém em quem eu acredite." 

+++LEIA MAIS: Quais músicas dos Beatles John Lennon realmente achava 'um lixo'?

"O que me assustou foi o fato de conhecer muitas pessoas mais velhas, praticamente da minha geração. Eles estavam indo [votar] e me diziam: 'Vai ser como nos velhos tempos, vamos voltar a ser o que era.' E eu pensava: 'Sim? Ah, não tenho certeza disso.' E essa atitude foi muito constante. [...] Tenho idade suficiente para lembrar o lixo nas ruas e as pessoas que não foram enterradas porque os coveiros estavam em greve. Foi um período bastante difícil, e passamos por isso. Então acho que vamos passar por isso também [Brexit]", revelou McCartney

Ele continuou: "Eu acho que é uma bagunça. Vou ficar feliz quando isso acabar."

+++ LEIA MAIS: Paul McCartney e Ringo Starr se juntam em show para reviver músicas clássicas dos Beatles; assista

Diferentemente deRingo Starr, ex-companheiro de Beatles, que chamou o Brexit de um "grande passo" para o Reino Unido, em 2017. Em conversa com a BBC Newsnight, o baterista dos Beatles falou que, se ainda morasse no Reino Unido em 2016, teria votado a favor do Brexit "porque é uma ótima escolha".

Podem até existir discordâncias políticas entre os dois, no entanto, no novo disco de Ringo Starr, o músico faz uma quase reunião dos Beatles. Em "Grow Old With Me", se apresenta nos vocais e tem Paul McCartney no baixo e vocais de apoio. A faixa foi escrita por John Lennon alguns anos antes da morte. A previsão de lançamento do novo projeto está marcada para o dia 25 de outubro, a pré-venda já está disponível