Para Will Smith, a relação com o filho Jaden em Depois da Terra é um reflexo da vida real

Pai e filho atuam juntos em filme de ação futurista dirigido por M. Night Shyamalan

Paulo Terron, de Cancun Publicado em 23/04/2013, às 16h07 - Atualizado às 16h15

Will Smith e Jaden Smith
AP

Em Depois da Terra, dirigido por M. Night Shyamalan, o mundo está no futuro, mas de uma forma primitiva: mil anos depois de a Terra ser abandonada pelos humanos, uma missão de pai (Will Smith, como o militar Cypher Raige) e filho (Jaden Smith, como Kitai, ainda aprendiz) volta ao planeta e o encontra completamente retomado pela natureza – o que os obriga a lutar com ela pela sobrevivência.

“Há um centro neste filme que é, essencialmente, sobre um pai e um filho em uma situação de vida ou morte”, explicou Will Smith durante uma entrevista coletiva em Cancun, no México, nesta terça-feira, 23. “Para Jaden e eu foi uma dinâmica interessante: eu interpreto um oficial e herói cujo filho está crescendo nessa sombra e tentando sair dela. É bem similar com o que acontece comigo e o Jaden, com nossa relação na vida real.” Sem hesitar, o ator partiu para a brincadeira, dirigindo-se ao filho de 14 anos. “Seu pai é o maior astro de cinema do mundo... E você está lutando pelo seu pedacinho de dignidade nesta área em uma sombra gigantesca!”

“O filme, a trajetória, é exatamente como em nossas vidas...”, tentou argumentar Jaden, antes de perceber que quase revelou o fim do longa. “Eu fiz isso algumas vezes, filho: o estúdio não gosta!”, apoiou o Smith mais velho.

De certa forma, a produção de Depois da Terra (que foi baseado em uma ideia de Will Smith) é também um reflexo de como ele foi educado – e de como está tentando criar Jaden. “Tenho 44 anos e estou em um período de transição na minha vida”, disse. “Fui criado em um ambiente militar, meu pai era da aeronáutica. Havia um foco muito sério na precisão militar. Foi assim que comecei a minha vida e a minha carreira, com uma obsessão com o que eu estava buscando. E isso não me dava abertura para as emoções que estavam sendo expressadas em Depois da Terra. Então, durante as filmagens eu estava nesse processo de mudança.”

A resposta do conflito sobre como criar os filhos na vida real – Will Smith e Jada Pinkett Smith também são pais de Willow, 12 anos, e Will ainda tem um filho de um relacionamento anterior, Trey, 20 anos – veio com uma abordagem mais liberal. “A vida é do Jaden, estou aqui para ajudá-lo com ela. Como sou mais velho, há ideias e conceitos que espero que ele incorpore na vida dele – mas, no fim, não posso forçá-lo”, contou o ator. “Não acreditamos em punição. Desde quando ele tinha 5 ou 6 anos, tudo o que ele tem de fazer é conseguir explicar por que o que ele fez foi a coisa certa para a vida dele. É uma pergunta mais difícil, bem mais do que dizer que ele está errado. Ninguém quer estar errado. Se ele conseguir explicar por que chutar a irmã no peito foi uma boa decisão... As crianças têm de poder se virar sozinhas, pensar.” Depois da Terra estreia em junho no Brasil.

A entrevista com Will e Jaden Smith fez parte do Summer of Sony, evento sobre os próximos lançamentos do estúdio. Leia mais nos textos relacionados abaixo.