Pulse

Parte do catálogo de Prince retorna aos maiores serviços de streaming esta semana

Há cerca de 18 meses somente no Tidal, discografia parcial do artista volta às outras plataformas coincidindo com o Grammy, que acontece no domingo, 12

Rolling Stone EUA Publicado em 10/02/2017, às 16h59 - Atualizado às 17h19

HERANÇA DISPUTADA
Seis meses depois da morte de Prince, ainda não se sabe o que será de tudo o que ele deixou para trás
Ap Photo/Alex Brandon

É oficial: parte do catálogo de Prince retorna aos maiores serviços de streaming esta semana. Fontes confirmaram à Rolling Ston EUA que, a partir do próximo domingo, 12, plataformas como Spotify e Apple Music voltam a ter uma parcela da discografia do finado cantor.

Há cerca de 18 meses, todo o catálogo de Prince só está disponível em um serviço de streaming, o Tidal, o que gerou disputas recentes entre os herdeiros do cantor e a plataforma de Jay Z. A maioria dos álbuns de Prince chega aos outros serviços de streaming coincidindo com o tributo do Grammy ao cantor (um horário exato, contudo, não foi estipulado).

LEIA TAMBÉM

[Artigo] O Legado de Prince

Dez grandes versões de músicas do Prince

Relembre a carreira de Prince em fotos marcantes

Os discos que devem chegar às plataformas são os que foram lançados pela Warner Bros., uma lista que inclui álbuns desde os anos 1970, passando por clássicos como Purple Rain (1984) e Sign o' the Times (1987), até o recente Art Official Age (2014). Os trabalhos lançados por fora da Warner foram recentemente negociados com a Universal, o que não garante a entrada deles nas plataformas.

Apesar de publicamente rechaçar a distribuição de música na internet, em 2014, Prince assinou um contrato de licenciamento com a Warner Bros. e acabou deixando o catálogo apenas no Tidal, a partir do ano seguinte. Prince morreu no dia 21 de abril de 2016.

Na última quinta, 9, o espólio de Prince anunciou o acordo com a Universal para publicar 25 álbuns feitos pelo artista depois de 1995, que saíram pelo selo próprio NPG Records. Além disso, a major também vai lançar material do lendário depósito do cantor, incluindo sobras, gravações ao vivo, demos, faixas e discos inteiros.

Ainda não foi feito um anúncio oficial da volta de Prince às plataformas de streaming, mas o Spotify andou espalhando anúncios misteriosos na cor púrpura – clara referência ao artista – em lugares como Londres, na Inglaterra, e Nova York, nos Estados Unidos. Veja alguns registros publicados na internet abaixo (via Consequence of Sound).