Paul McCartney diz que nome de John Lennon vir antes nas composições é "injusto"

Ex-beatle falou sobre o famoso crédito Lennon-McCartney

Redação Publicado em 14/12/2020, às 15h03 - Atualizado às 16h23

None
Sir Paul McCartney comentou sobre o fato do nome de John Lennon sempre aparecer primeiro do que o dele nas músicas dos Beatles que compuseram juntos, até mesmo nas que McCartney escreveu praticamente sozinho, como Blackbird , Long and Winding Road e Yesterday, por exemplo. 
 
Em recente entrevista ao podcast de Adam Buxton, o ex-beatle disse que o famoso crédito conhecido como Lennon-Mccartney é "injusto" e relembrou que o acordo sobre a forma de assinar os créditos aconteceu em uma reunião em um pequeno escritório no extremo oeste de Londres. Além dele, no encontro estavam Brian Epstein, empresário dos Beatles, e Lennon. 
 

+++LEIA MAIS: Paul McCartney e Yoko Ono prestam homenagem a John Lennon

"Fui à reunião e Brian e John já estavam lá. John tinha chegado um pouco antes e eles estavam conversando sobre isso e sobre outras coisas", relembrou o músico, e continuou: "Quando falamos dos créditos serem Lennon-McCartney, questionei: "Bem, e quanto a McCartney-Lennon?". 
 
Sir Paul contou que "eles aceitaram a sugestão e disseram que poderia ser feito dessa forma e que também poderia trocar às vezes", o que para ele funcionou nos primeiros álbuns dos fab four, mas que depois, com passar dos anos o compromisso foi alterado. 
 
“O que aconteceu é que, mais tarde, estávamos fazendo o The Beatles Anthology, em que juntamos todas as nossas memórias em discos, e no encarte do CD estavam creditando todas as músicas a John Lennon e Paul McCartney", relembrou. 
 
Ele continuou: "Eu pensei: 'Tudo bem, eu preferia Lennon-McCartney, pois soava bem e se tornou um tipo de marca, mas o que aconteceu foi que ao folhear o livreto, a música Yesterday, a letra dela, estava creditada como John Lennon e Paul McCartney". 
 
"Essa foi uma música que eu escrevi totalmente sozinho. Na verdade, eu sou a única pessoa que a gravou no álbum, além do quarteto de cordas que estava no estúdio. Então, essa seria uma hora em que deveríamos colocar Yesterday por Paul McCartney e John Lennon", exclamou.
 
Sir Paul ainda explicou que, para ele, os nomes de quem compôs a maior parte de determinada música deveria aparecer em primeiro. "Você tem uma música como Blackbird, que é totalmente minha, e ela está creditada a John Lennon e Paul McCartney", se indignou.
 
As informações são do site inglês Express

+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL