Paul McCartney realmente escreveu clássico dos Beatles para Aretha Franklin?

O produtor de Aretha Franklin acredita que o beatle não tinha intenção de lançar a música com a banda

Redação Publicado em 13/03/2020, às 11h00

None
Paul McCartney (Foto: Tim Sharp / AP)

Antes de “Let It Be” se tornar um dos maiores clássicos dos Beatles, Paul McCartney enviou uma demo da faixa para Aretha Franklin. A artista lançou a música alguns meses antes dos Beatles, conforme lembra o site CheatSheet

Após escrever “Let It Be”, McCartney entrou em contato com Jerry Wexler, produtor da gravadora Atlantic Records, e pediu para Aretha gravar uma versão. Wexler acredita que a música foi escrita especificamente para a norte-americana. 

+++ LEIA MAIS: 5 clássicos do rock ‘roubados’ de outros artistas: Beatles, Deep Purple e mais

O cover de Aretha foi incluído no álbum This Girl’s in Love with You, de janeiro de 1970, enquanto a versão dos Beatles apenas chegou ao público dois meses depois. Apesar da recepção positiva da crítica e dos fãs de ambos os artistas, a cantora não quis lançar “Let It Be” como single. 

Em março, quando os Beatles finalmente lançaram “Let It Be”, o produtor Wexler e Aretha foram notificados de um impedimento legal para lançar a versão dela como single, mas a cantora nunca expressou arrependimento pela decisão.

+++ LEIA MAIS: 3 músicas dos Beatles banidas das rádios por motivos totalmente ridículos

Apesar da notificação legal, não houveram ressentimentos entre Aretha e o Quarteto Fabuloso. A cantora ainda lançou versões das músicas “The Long and Winding Road” e “The Fool on the Hill” anos mais tarde. 


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA